10 Receitas de batata doce fáceis para a dieta

A batata doce é uma raiz fonte de carboidratos na dieta, ou seja, um dos seus destaques é o fornecimento de energia para o corpo. Este alimento também fornece quantidades razoáveis de vitaminas A e C e algumas vitaminas do complexo B.

Na culinária seus usos são diversos. Podem ser consumidas cozidas, assadas ou fritas. A polpa, geralmente, é utilizada em pratos como purês, doces, bolos e cremes; já as folhas e brotos, apesar de mais difíceis de encontrar no mercado, podem ser consumidos refogados ou utilizados em cozidos e ensopados. A casca da batata doce também pode fazer parte de vários preparos.

É claro que “receitas para dieta” pode ser um termo um pouco genérico, ou seja, o melhor perfil para receitas pode variar bastante de acordo com o plano alimentar e objetivos individuais, mas aqui estão listadas receitas que cabem como uma boa opção de carboidrato, com controle na adição de gorduras saturadas e calorias.

Confira receitas para colocar a batata doce definitivamente dentro da sua rotina alimentar de forma fácil e saudável.

1. Batata doce rústica

Corte as batatas com casca em rodelas grossas ou canoas (formato de meia-lua), disponha os pedaços em uma assadeira e regue com azeite, sal e pimenta-do-reino; em seguida, adicione ervas de sua preferência como alecrim ou tomilho. Leve ao forno médio por 30 minutos, até que as batatas estejam douradas e macias.

2. Batata assada e recheada

Embrulhe batatas com papel alumínio e faça alguns furos no papel com a ajuda de um garfo. Depois, leve as batatas embrulhadas ao forno alto por, aproximadamente, 50 minutos, até que fiquem macias (faça o teste espetando-as com um garfo ou com um palito).

Retire as batatas do papel alumínio, faça um corte no sentido do comprimento e recheie com o que desejar, preferindo recheios com vegetais, queijos magros e ervas naturais. Algumas ideias para recheio:

  • Cottage com espinafre refogado
  • Ricota com requeijão e escarola refogada
  • Brócolis no azeite
  • Cogumelos salteados

3. Purê de batata doce com verdura

Cozinhe batatas em água até que estejam macias; depois, retire as cascas das batatas e amasse-as com a ajuda de um espremedor de batatas ou utilizando um garfo. Em uma frigideira, doure um pouco de alho no azeite, refogue verduras como espinafre ou escarola picados e adicione as batatas amassadas; misture bem, tempere com sal, pimenta-do-reino e noz moscada e pronto!

4. Batata doce salteada com mix de legumes

Pique batatas com casca em cubos médios e cozinhe-as rapidamente em água (aproximadamente 10 minutos); as batatas devem ficar al dente (não muito moles, nem muito duras). Em um frigideira, aqueça azeite e salteie vegetais de sua preferência juntamente com as batatas – cebolas em rodelas, floretes de brócolis, rodelas de cenouras. Tempere o mix de vegetais com sal, páprica picante e adicione sua erva fresca preferida, como salsinha, coentro ou manjericão.

5. Caponata com batata doce

Corte batatas, abobrinhas e berinjelas com casca em cubos pequenos e coloque-as em uma assadeira. Adicione uvas-passas e regue com azeite, tempere com sal e pimenta-do-reino. Leve ao forno médio por 30 minutos. Sirva a caponata com pães, torradas ou saladas.

6. Nhoque de batata doce

Cozinhe em água 1kg de batatas descascadas, amasse com a ajuda de um amassador ou de um garfo e aguarde até que esfriem um pouco. Em seguida, junte 2 gemas de ovo, 1 colher de sobremesa de sal e, aos poucos, vá adicionando 1 ¼ xícara de chá de farinha de trigo, até dar o ponto da massa (a massa deve começar a desgrudar das mãos). Molde os nhoques fazendo rolinhos com a massa e depois cortando em pequenos pedaços. Cozinhe os nhoques em água fervente por aproximadamente 2 minutos (eles irão subir para a superfície da água quando estiverem cozidos).

Sirva os nhoques cozidos com o molho de sua preferência – molho de tomates, bechamel, azeite com ervas frescas, entre outros.

7. Escondidinho de batata doce

Descasque, cozinhe em água e amasse as batatas; depois, adicione um pouco de manteiga e leite e misture para que o purê fique mais cremoso. Tempere com sal e pimenta.

Prepare a carne de sua preferência com alguns vegetais e coloque no fundo de um refratário. Cubra a carne com o purê de batata doce preparado, salpique queijo parmesão, leve ao forno alto para gratinar (aproximadamente 10 minutos) e sirva.

Opções de recheios:

  • Carne moída com cenoura ralada e vagem
  • Frango desfiado com beterraba ralada
  • Carne de panela desfiada com couve picada
  • Frango desfiado com cottage e espinafre

8. Batata doce glaceada

Corte as batatas com casca em palitos e cozinhe em água por 10 minutos, até ficarem al dente (não muito moles, nem muito duras). Em um frigideira, coloque um pouco de azeite e 1 fio de mel e adicione os palitos de batata doce; tempere com sal e pimenta. Em seguida, adicione um pouco de suco de laranja e aguarde até que as batatas fiquem douradas e o líquido da frigideira reduza.

9. Salada cremosa de batata doce

Descasque a pique as batatas em cubos pequenos. Cozinhe as batatas doce em água quente por 15 minutos. Em um recipiente coloque as batatas e junte outros ingredientes picados em cubos: maçã (vermelha ou verde), talos de salsão, palmito, cenoura. Envolva os vegetais com iogurte natural e tempere com sal, pimenta e dill. Sirva gelado.

10. Compota de batata doce

Descasque e corte 1kg de batatas doce em pedaços irregulares e cozinhe-as em água quente até que fiquem macias; em seguida, amasse as batatas. Em uma panela, coloque as batatas amassadas, 1/2 xícara de chá de coco fresco ralado, 1 xícara de chá de leite de coco, 1 colher de sopa de açúcar mascavo, gengibre ralado a gosto e 1 xícara de chá de água e cozinhe em fogo baixo, mexendo, até que obtenha a consistência desejada (o doce deve ficar cremoso). Sirva gelado.

Experimente incluir a batata doce na sua rotina alimentar e ganhe em variedade, sabor e saúde!

Referências:

  1. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica.
    Alimentos regionais brasileiros – 2. ed. – Brasília : Ministério da Saúde, 2015. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/alimentos_regionais_brasileiros_2ed.pdf
  2. Harvard Health Publishing. Glicemic Index for 60+ Foods. 2018. Disponível em: https://www.health.harvard.edu/diseases-and-conditions/glycemic-index-and-glycemic-load-for-100-foods.

Escrito por

Barbara Gerbasi Ortolani

Nutricionista com CRN 34419 formada em Nutrição pela Universidade de São Paulo (USP)

Gastronomia na Universidade Anhembi Morumbi Especializada em Técnicas Culinárias pelo Basque Culinary Center (San Sebastian – Espanha). Atualmente na área de educação infantil e fundamental com temas relacionados a Nutrição e Gastronomia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *