Benefícios e diferenças entre batata-doce roxa, amarela e branca

PUBLICIDADE

A batata-doce é um ótimo alimento para melhorar a composição corporal, ajudar no controle da diabetes e da pressão alta, além de ajudar na prevenção de alguns tipos de câncer.

Os benefícios se devem ao seu conteúdo nutricional ser tão rico em fibras, vitaminas e minerais, principalmente as vitaminas do complexo B, vitamina A, ferro, cálcio, magnésio e potássio.

Além disso, é um alimento versátil que pode ser consumido de diversas formas: cozido, assado, grelhado e também na forma de purê de batata-doce.

Quais os benefícios da batata-doce

A batata-doce (Ipomoea batatas L.) constitui uma das culturas alimentares mais importantes do mundo em termos de consumo humano, principalmente na Ásia e Ilhas do Pacífico. Muitas partes da planta são comestíveis, incluindo folhas, raízes e caules, existindo variedades com uma ampla gama de cores, que vai do branco até amarelo-alaranjado e roxo intenso.

A batata-doce é comumente consumida cozida ou assada, mas também pode ser utilizada como matéria-prima na obtenção de doces, farinhas, flocos e féculas.

Possui também alto valor nutritivo, pelo seu conteúdo de carboidratos, e versatilidade sensorial, em termos de cores de polpa, sabor e textura. As variações de coloração da polpa podem indicar as suas quantidades de vitaminas, minerais e fibras.

A batata-doce é excelente fonte de vitaminas do complexo B e vitamina A, e de minerais, como ferro, cálcio, magnésio e, principalmente, o potássio. Além disso, a batata-doce possui uma boa relação sódio-potássio e cálcio-magnésio, o que demonstra ser um ótimo alimento para evitar doenças, como a hipertensão e a diabetes.

Além disso, uma pesquisa recente no Japão indicou que o consumo de batata-doce pode suprimir doenças do estômago causadas por Escherichia coli, Staphylococcus e Bacillus cereus.

Por serem ricas em fibras, auxiliam no bom funcionamento do intestino, proporcionam aumento da saciedade e também ajudam na diminuição dos níveis de colesterol no sangue. Devido à isso, apresentam diversos benefícios à saúde para muitas pessoas.

VEJA TAMBÉM:  Benefícios da batata doce e suas vantagens para a dieta

Leia mais sobre os benefícios da batata-doce e suas vantagens para a dieta!

Resumo:

A batata-doce é uma excelente fonte de vitaminas do complexo B, vitamina A e de minerais como ferro, cálcio, magnésio e, principalmente, o potássio.

Um dos seus maiores benefícios é a prevenção de doenças como hipertensão e diabetes, além do seu efeito comprovado na prevenção de doenças do estômago.

Além disso, a batata-doce é fonte de fibras que auxiliam no funcionamento do intestino, no aumento da saciedade e no bom controle do colesterol no sangue. Sendo, portanto, um ótimo alimento para a saúde e para o emagrecimento!

Quais os benefícios e diferenças entre os tipos de batata-doce

As batata-doce roxa e amarela são excelentes fontes de antioxidantes, o que as tornam mais nutritivas do que a versão branca. E, apesar da batata-doce roxa possuir mais antioxidantes do que a versão amarela, esta têm a vantagem dos antioxidantes presentes serem mais resistentes ao cozimento.

Entretanto, os três tipos de batata-doce possuem baixo índice glicêmico, ou seja, não aumentam rapidamente os níveis de açúcar do sangue. O que as tornam ótimos alimentos, tanto para os diabéticos quanto para aqueles que desejam emagrecer e ganhar massa muscular.

O consumo da batata-doce é muito comum entre os praticantes de atividade física, pois é uma ótima fonte de energia para a realização do exercício. Por isso, o ideal é que o seu consumo seja antes dos treinos para melhorar o rendimento esportivo, porém também pode ser consumido após o treino.

Batata-doce roxa

A batata-doce roxa apresenta casca e polpa dessa cor, sendo a mais apreciada pelo sabor e aroma. Apresenta 95 calorias a cada 100 gramas do alimento e possui alto teor de flavonoides, ou seja, tem alto poder antioxidante, similar às frutas vermelhas.

Batata-doce amarela

A batata-doce amarela apresenta polpa seca, embora mais adocicada, além de desempenhar um papel fundamental no combate da deficiência de vitamina A, afinal, sua quantidade de vitamina A é maior do que a da cenoura, ou seja, bastam apenas 3 a 6 fatias da batata-doce para garantir a recomendação diária da vitamina.

VEJA TAMBÉM:  Atemóia: o que é, benefícios, como usar e receitas

Por isso, o consumo da batata-doce amarela é importante para a prevenção de sintomas de atraso de crescimento, pele áspera, cegueira noturna e úlcera de córnea que pode levar à cegueira completa. Além disso, essa batata possui ação antioxidante e previne certos tipos de câncer.

Batata doce branca

A batata-doce branca não é muito doce, apresenta polpa bem seca e contém 92 calorias a cada 100 gramas do alimento. Sendo, portanto, menos calórica do que a versão roxa, além disso, apesar da batata-doce branca não possuir um teor de fibras muito maior que as outras batatas, ela possui maior teor de cálcio do que as outras.

Saiba como fazer a dieta da batata-doce para emagrecer e conheça 10 receitas de batata-doce fáceis para a dieta!

Referências:

  1. VIZZOTTO, Márcia et al . Composição mineral em genótipos de batata-doce de polpas coloridas e adequação de consumo para grupos de risco. Braz. J. Food Technol., Campinas, v. 21, 2018. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1981-67232018000100415&lng=pt&nrm=iso.
  2. GUIMARÃES, L. M., et al. Fitomassa e produção em genótipos de batata-doce na região do brejo paraibano. Revista Agropecuária Técnica, Areia-PB, v. 39, n. 1, p. 8-14, 2018. Disponível em: http://www.periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/at/article/view/35419.
  3. JOSÉ, A. E. Compostos fenólicos e atividade antibacteriana em acessos de Ipomoea batatas (L.) Lam (batata-doce). Dissertação de Mestrado. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2012. Disponível em: https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/60480/000861944.pdf;sequence=1.
PUBLICIDADE

Escrito por

Carla Oyama

Nutricionista com CRN 31937 formada em Nutrição pela UNIFAL-MG

Pós graduação em Terapia Nutricional Clínico-hospitalar pela UNIRP-SP. Qualificada em Educação em Diabetes pela ADJ Diabetes Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *