Como fazer chá de canela e quais seus benefícios

Como fazer chá de canela e quais seus benefícios

De aroma adocicado e forte, a canela é encontrada em casca ou em pó. Essa especiaria pode ser utilizada tanto em preparações doces quanto em preparações salgadas, como picles, pães, bolos, pudins, legumes doces, tortas e salpicada sobre frutas ao forno.

No entanto, é no chá de canela que se obtêm a maior concentração de antioxidantes presentes nesse alimento, os quais combatem os radicais livres, melhorando a saúde e prevenindo o envelhecimento precoce.

Esta especiaria é rica em diversos nutrientes, tais como: cálcio, manganês, cromo e ferro. Nutrientes que contribuem para a regulação dos níveis de insulina no organismo, auxiliam na digestão e melhoram a imunidade.

A canela é extraída da casca de uma árvore chamada Caneleira (Cinnamomum zeylanicum) pertencente à família Lauraceae. Os óleos aromáticos da canela estão presentes nas folhas e na casca.

Tipos de canela

Existem vários tipos de canela no mundo, mas as mais conhecidas são a canela-da-china (Cinnamomum cássia) e a canela-do-ceilão (Cinnamomum verum).

A canela-da-china possui odor aromático característico e seu sabor é menos doce e menos aromático que o da canela-do-ceilão, que possui sabor picante e adocicado.

Benefícios do chá de canela

As principais propriedades da canela são: antibacteriana, antifúngica, antioxidante e hipoglicemiante.

O uso do chá de canela pode melhorar os componentes da Síndrome Metabólica, diminuição do risco de fatores associados com a Diabetes Mellitus tipo 2 e Síndrome dos Ovários Policísticos, pois demonstra efeitos benéficos relacionados à glicose, insulina e lipídios.

Além disso, também podem ocorrer efeitos na massa corporal magra e na resposta inflamatória. A canela ainda contribui para amenizar a indigestão, “acalmando” a irritabilidade do estômago e eliminando os inchaços, os gases e até mesmo auxiliando na regulação do funcionamento do intestino.

Controle da glicemia

O consumo de 1 a 6 g por dia de canela demonstrou significantes quedas nos níveis glicêmicos (níveis de “açúcar” no sangue), sendo que quanto maior o tempo de consumo do chá, menores são os valores de triglicerídeos, colesterol total e LDL-colesterol no sangue e por conseguinte, ocorre aumento do HDL-colesterol, considerado o colesterol “bom”. Além de possuir o efeito de melhorar o controle da pressão sanguínea arterial em pessoas hipertensas.

Prevenção de determinados tipo de câncer

Por possuir naturalmente antioxidantes em sua composição, a canela exerce uma grande capacidade de prevenir o envelhecimento precoce das células e também de auxiliar na prevenção de determinados tipos de câncer.

Alimento Termogênico

A canela, por ser considerada um alimento termogênico, ajuda a “acelerar” o metabolismo, aumentando a temperatura corporal e o gasto energético, auxiliando assim no emagrecimento, quando associada a uma dieta saudável e balanceada.

Melhora a memória

Estudos demonstram que o consumo regular de canela pode auxiliar nas atividades cerebrais e funções cognitivas, proporcionando melhora da memória, atenção e concentração.

Melhora a circulação sanguínea

A canela possui propriedades anticoagulantes, o que contribui para a melhora da circulação sanguínea e, consequentemente, redução do risco de doenças circulatórias.

Ciclo menstrual

A canela pode ser usada para regular distúrbios menstruais, porque reduz os níveis de prostaglandinas, aumenta os níveis de endorfina e melhora a circulação sanguínea, por isso, é eficaz para aliviar os sintomas da tensão pré-menstrual (a famosa TPM). No entanto, para que ocorra o efeito esperado deve-se consumir a canela regularmente.

Atenção: Efeito abortivo

O chá de canela também é considerado abortivo, porém não há evidências científicas que comprovem esse efeito.

O que acontece é que, por estimular a circulação sanguínea e por aumentar a pressão arterial, o consumo da canela não é aconselhado durante a gestação ou, ainda, para mulheres que estejam tentando engravidar.

Como fazer o chá de canela

Para o preparo do chá é necessário:

  • 1 canela em pau
  • 1 xícara de água filtrada

Modo de preparo

Colocar a canela em pau em uma panela com água e deixar ferver durante cerca de 5 minutos. Deixar amornar, retirar a canela em pau e beber em seguida. Não é necessário adoçar, pois a canela já possui um sabor adocicado.

É recomendado o consumo de, no máximo, duas xícaras do chá ao dia.

Consumo excessivo

Há relatos de que o consumo excessivo da canela pode ocasionar diarreias, cãibras musculares e hipoglicemia (queda dos níveis de açúcar no sangue).

Contra indicações

É contraindicado à mulheres grávidas ou que estejam tentando engravidar, pessoas portadoras de Diabetes Mellitus tipo 1, pessoas que fazem uso de anticoagulantes e hipertensos.

Agora, que tal saber um pouco mais sobre o chá de gengibre? Leia aqui!

Referências:

  1. ZANARDO, V. P. S. RAMBO, D. F. SCHWANKE, C. H. A. Canela (Cinnamomum sp) e seu efeito nos componentes da síndrome metabólica. PERSPECTIVA, Erechim. v. 38, Ed. especial, p. 39-48, março/2014. Disponível em: http://www.uricer.edu.br/site/pdfs/perspectiva/1002_407.pdf
  2. SAKURAI, F. N. et al. Caracterização das propriedades funcionais das ervas utilizadas em um hospital especializado em cardiopneumologia. Demetra: alimentação, nutrição e saúde. 11(4); 1097-1113. 2016. Disponível em: http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/demetra/article/viewFile/18170/19102

1 comentário em “Como fazer chá de canela e quais seus benefícios”

  1. Avatar
    Desafio de 21 dias

    Quanto conteudo de qualidade encontrei aqui no site. Agradeço por compartilhar. Sucesso. abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *