Dieta de 21 dias: como funciona e cardápio

Dieta de 21 dias: como funciona e cardápio

Dentre as novas dietas da moda, uma que vem conquistando muitos adeptos é a dieta de 21 dias!

Dentre as promessas desse modelo de dieta estão a eliminação de 5 a 10 kg em 21 dias, a aceleração do metabolismo, a melhoria dos níveis de colesterol, a diminuição da celulite, a redução de dois ou três tamanhos do número da calça que veste, a melhoria do tônus muscular, o aumento da beleza e da saúde dos cabelos, unhas e pele e a elevação do foco e da energia.

Vamos entender melhor?

Histórico do modelo de “dieta de 21 dias”

Chamada de The 21 Day Weight Loss Breakthrough Diet pelo site do Doctor Oz, médico que tem um programa chamado The Doctor Oz Show na televisão americana, o método traz a promessa de que quem adere a esse modelo de dieta consegue perder peso, sentir-se energizado e diminui os seus riscos de desenvolver doenças crônicas, como diabetes e pressão alta.

Para que isso aconteça, o programa alimentar consiste no consumo principal de fontes vegetais de proteínas (como os grãos, o tofu, o tempeh, as castanhas e as sementes) ao longo dos 21 dias de duração da dieta. O almoço e o jantar devem ser compostos por esses tipos de alimentos.

De acordo com o Doctor Oz, evitar o consumo de carne pode ajudar a reduzir a quantidade de calorias e gorduras saturadas que é consumida, além de prevenir doenças do coração, diabetes e obesidade.

No entanto, isso não significa que a pessoa fica sem comer carne durante toda a dieta – na realidade, o método permite o consumo de proteína animal como ovos, peixes, carne vermelha e aves duas vezes por semana.

As refeições devem conter ainda uma quantidade não limitada de vegetais sem amido, que são pobres em calorias e carboidratos e ricos em vitaminas e fibras. Eles podem ser refogados ou temperados com azeite de oliva. A quantidade diária que deve ser utilizada do azeite é de duas colheres de sopa.

O plano ainda determina que sua rotina alimentar diária deve ser iniciada com o chá oolong (chá tradicional chinês). De acordo com o Doctor Oz, já foi provado que tal bebida estimula o metabolismo, algo que ajuda a emagrecer, porque torna o processo de queima de calorias e gorduras mais eficiente, além de aumentar o alerta mental.

Ainda falando do café da manhã, outra indicação para a dieta de 21 dias é comer metade de um abacate, alimento que possui gorduras saudáveis e foi associado a benefícios como auxílio ao emagrecimento, diminuição dos níveis de colesterol, redução dos riscos de câncer de mama e melhoria da aparência da pele e das unhas, segundo informações do site do Doctor Oz.

Idealizador do modelo dieta de 21 dias no Brasil

A autoria do programa alimentar no Brasil é creditada ao especialista em naturopatia Rodolfo Aurélio, que também é formado em fisioterapia, microfisioterapia e osteopatia. No site oficial do método, o modelo é apresentado como uma dieta que não faz com que a pessoa passe fome, não veta alimentos e não exige a prática de exercícios monótonos e chatos.

Para o autor da dieta de 21 dias, o aumento de peso pode acontecer por cinco motivos: a obtenção de informações erradas sobre o ganho ou perda de peso, a inflamação celular, o costume de contar calorias para comer menos, exercitar-se demais, e o fato da pessoa saltar de dieta em dieta sem obter resultados ou por não seguir nenhum tipo de plano de ação detalhado passo a passo.

O fisioterapeuta prega que se a inflamação celular for combatida, será possível perder peso, queimar gorduras, acelerar o metabolismo, impedir que a gordura retorne ao corpo e ter uma vida mais longa e saudável.

Ele explica que a inflamação surge em decorrência do consumo de alimentos que classifica como incorretas. Rodolfo também afirma que quando a inflamação ganha espaço no corpo, ele passa a acumular gordura com maior facilidade e tem mais dificuldade do que o normal para queimar essa gordura.

Descrição do modelo “Dieta de 21 dias”

De acordo com informações do site, o programa conta com quatro manuais: introdução, reprogramação de crenças, dieta e exercícios físicos.

Além dos manuais, o programa traz um protocolo que garante que você se livre definitivamente do efeito sanfona e um livro de receitas idealizadas pelo autor.

O que consumir ou não no protocolo de 21 dias?

Produtos como adoçantes artificiais, açúcar e alimentos processados não são liberados na dieta de 21 dias. Além disso, o método determina que a ingestão de café seja limitada a uma xícara, que deve ser adoçada com leite de nozes ou stevia.

Já os laticínios como o leite, o iogurte e os queijos só podem ser ingeridos duas vezes a cada semana durante a dieta de 21 dias.

Por outro lado, condimentos como o vinagre balsâmico, molho de soja com baixo teor de sódio e água gaseificada são permitidos em pequenas quantidades no programa alimentar.

Também recomenda-se fazer três lanches ao longo do dia para abastecer o metabolismo e permanecer saciado nos períodos de intervalos entre as refeições. Esses lanches devem conter fontes de gorduras saudáveis. Entre os alimentos indicados para esses momentos estão: nozes, manteiga de nozes, frutas e vegetais sem amido.

Você deve consumir diariamente 

  • 2 xícaras de chá oolong (sem adoçar);
  • ½ abacate;
  • 1 porção de grãos integrais;
  • 3 porções de proteína vegetal;
  • Quantidade ilimitada de vegetais sem amido;
  • 2 colheres de sopa de azeite de oliva;
  • 2 porções de fruta (maçã ou frutas vermelhas);
  • 30g de nozes.

O cardápio da dieta de 21 dias

Vamos agora conhecer como fica o cardápio da dieta de 21 dias, proposto pelo Doctor Oz:

Café da manhã

Ele deve começar com o chá oolong e ser complementado por fontes de fibras e gorduras saudáveis. É aí que o abacate entra, podendo ser consumido acompanhado de uma fatia de torrada integral ou uma porção de semente de chia.

Lanche da manhã

Uma porção de fruta, que pode ser uma fruta média como uma maçã ou uma xícara de frutas vermelhas, por exemplo.

Almoço e jantar

Essas duas refeições devem trazer três porções de fontes vegetais de proteínas diariamente. Entre as opções estão:

  • 1 xícara de feijão carioca ou outras leguminosas, como: lentilha, grão-de-bico, edamame, feijão preto, feijão branco, feijão azuque e feijão manteiga, por exemplo;
  • ¼ de bloco de tofu;
  • 1 xícara de tempeh;
  • 2 colheres de sopas de sementes, como: chia, semente de abóbora, linhaça e semente de cânhamo.

Existe ainda a alternativa de substituir uma das porções de proteína vegetal por uma porção de proteína animal (ovos ou carnes em geral), entretanto, isso deve ocorrer somente duas vezes por semana, como já citado nos tópicos abordados anteriormente.

Já a quantidade de vegetais sem amido é ilimitada e eles podem ser refogados ou temperados com azeite de oliva. Dentre esses vegetais podemos citar:

  • Alcachofra;
  • Aspargo;
  • Brotos de bambu;
  • Brócolis e couve flor;
  • Todos os vegetais folhosos (acelga, agrião, repolho, rúcula, alface, endívia, chicória, espinafre, couve, escarola);
  • Aipo;
  • Pepino;
  • Berinjela;
  • Nabo e rabanate;
  • Alho-poró;
  • Cogumelo;
  • Quiabo;
  • Cebola;
  • Tomate;
  • Vagem de ervilha;
  • Abobrinha.

Lanches ao longo do dia 

Eles podem trazer uma porção de frutas (uma fruta média ou uma xícara de frutas vermelhas), quantidade à vontade de vegetais sem amido e 30g de oleaginosas como amêndoas, pistache e nozes.

Mas fique ligado…

Antes de seguir qualquer programa alimentar, o que inclui a dieta de 21 dias do Brasil ou dos Estados Unidos, verifique com um nutricionista se o método é realmente apropriado para o seu caso, tendo em vista não somente os seus objetivos, como também sua rotina e estilo de vida e, principalmente, a sua saúde.

Lembre-se que cada organismo funciona de uma maneira e apresenta características e necessidades diferentes. Portanto, o que funciona para uma pessoa dos Estados Unidos pode não funcionar para você.

Avalie ainda se vale a pena pagar por um programa alimentar no lugar de investir o dinheiro em um cuidado individualizado para você com um bom nutricionista. Mesmo que o método prometa milhares de benefícios, se ele não oferecer um acompanhamento específico com bons profissionais de saúde, não há como garantir que ele seja eficiente, já que as suas particularidades não estarão sendo levadas em consideração.

Referências:

  1. Site Dr Oz. The 21 Day Weight Loss Breakthrough Diet. Disponível em: https://www.doctoroz.com/feature/21-day-weight-loss-breakthrough-diet.
Marcações:

2 comentários em “Dieta de 21 dias: como funciona e cardápio”

  1. Avatar
    cleide valente dos reis

    linda a matéria e lindo também a formatação de teu site, fica muito fácil e gostoso de ler, sou iniciante, desejo fazer muitas matérias como as tuas para poder também dar minha contribuição com informações assim claras, obrigada aqui terás uma aluna, saúde e sucesso, obrigada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *