Dieta para diabéticos: Alimentos, cardápios e receitas

Dieta para diabéticos: Alimentos, cardápios e receitas

Diabetes é uma das doenças crônicas não transmissíveis mais comuns ao redor do mundo, sendo o Brasil o quarto país com maior número de casos. A diabetes é causada pelo aumento de açúcar no sangue, a chamada hiperglicemia, e não tem apenas um fator causal.

Classificando Diabetes

Podemos fazer as seguintes classificações para os quadros de diabetes: pré-diabetes, diabetes tipo 1, diabetes tipo 2 e diabetes gestacional.

O nível normal de açúcar no sangue é de até 99 mg/dL e para classificar um quadro de diabetes esse nível tem que ser maior do que 126 mg/dL. Logo, qualquer valor entre 99 e 126 mg/dL é considerado quadro de pré-diabetes. O pré-diabético ainda consegue reverter a situação com prática de atividade física e mudança de hábito alimentar.

Diabetes tipo 1 ocorre quando há pouca ou nenhuma liberação do hormônio insulina pelo pâncreas. A insulina é extremamente importante para a entrada de açúcar nos tecidos do corpo. Deste modo, diabéticos tipo 1 precisam tomar injeções de insulina para suprir essa necessidade. Normalmente esse diagnóstico é feito ainda na infância ou adolescência e representa 5 a 10 % dos casos de diabetes.

Já a Diabetes tipo 2 é caracterizada pela resistência à insulina e costuma surgir mais tardiamente, devido a vários fatores, como sobrepeso, sedentarismo, hábitos alimentares ruins e genética. Apesar de ser mais comum após os 40 anos de idade, a diabetes tipo 2 tem aparecido cada vez mais em crianças e adolescentes.

A diabetes gestacional, em 90% dos casos, é temporária, desaparecendo após o parto. Aparece em mulheres grávidas sem histórico de diabetes anteriormente. Para mais informações sobre diabetes gestacional, acesse: “Diabetes gestacional: O que é, sintomas, como tratar e o que comer”.

Dieta para Diabetes e Pré-Diabetes são diferentes?

Não existe diferença no tipo de dieta para pessoas diabéticas ou pré-diabéticas. A diferença encontra-se no fato de que a pré-diabetes pode ser reversível e a diabetes apenas pode ser controlada. Diversos estudos já provaram que a mudança dos hábitos alimentares sozinha, já é suficiente para reverter mais de 60% dos quadros de pré-diabetes.

A associação de diferentes mudanças pode levar a total reversão desse quadro, mudanças como:

  • Melhora dos hábitos alimentares
  • Prática de atividade física, idealmente 30 a 60 minutos de 5 a 7 dias por semana
  • Diminuição do consumo de bebidas alcoólicas
  • Parar de fumar

Já para um diabético, aplicar essas mudanças não fará com que ele deixe de ser diabético, mas ajudará a controlar os níveis de açúcar em seu sangue. Mantendo assim, a diabetes controlada.

Hábitos alimentares e alimentos para diabéticos

Como já mencionamos, após diagnóstico, é preciso fazer grandes mudanças no estilo de vida em geral. Iniciar a prática de atividade física e melhorar suas escolhas alimentares são a chave para o controle da diabetes.

Então vamos listar algumas práticas recomendáveis, assim como alimentos que você deve passar longe e outros que você precisa acrescentar ao dia a dia.

  • Remover açúcar refinado, mascavo, mel, melado e rapadura da alimentação
  • Escolher um tipo de adoçante, de preferência natural, como a estévia
  • Não ficar longos períodos sem fazer uma refeição, correndo o risco de ficar com baixo nível de açúcar no sangue (hipoglicemia)
  • Não substituir as grandes refeições (almoço e jantar) por lanches
  • Aumentar o consumo de saladas cruas (alface, rúcula, agrião, acelga) e vegetais folhosos (couve, bertalha, repolho), pois são importantes fontes de fibras
  • Cortar o consumo de doces, balas, bolos, pudins, chocolates e afins
  • Preferir alimentos integrais e grãos inteiros
  • Consumir um legume em toda grande refeição (beterraba, abóbora, cenoura, abobrinha, tomate, pepino)
  • Preferir carnes magras (maminha, patinho, filé mignon, lagarto), frango sem pele e peixes (tilápia, salmão e atum)
  • Para a preparação, optar por fazer as proteínas grelhadas ao invés de fritas, empanada ou à milanesa
  • Preferir o consumo das frutas no lugar dos sucos, e comer também os bagaços, que são fonte de fibras
  • Eliminar o consumo de bebidas alcoólicas e bebidas açucaradas
  • Frutas como abacate e coco são excelentes fontes de gordura boa

Cardápio para diabéticos

No geral, a alimentação de pessoas diabéticas deve conter alimentos ricos em fibras, com baixo índice glicêmico, fonte de gorduras boas e alimentos in natura. Sendo assim, vamos ver como ficaria um dia de cardápio para um diabético:

Café da manhã

  • Café com leite desnatado sem açúcar
  • Pão integral com queijo minas frescal

Lanche da manhã

  • Mamão com aveia em flocos

Almoço

  • Salada de alface, agrião, tomate e cenoura
  • Batata doce cozida
  • Grão de bico
  • Peixe grelhado

Lanche da tarde

Jantar

  • Salada de acelga com pepino
  • Arroz integral
  • Bife grelhado
  • Beterraba cozida

Ceia

  • Chá verde com adoçante
  • Torrada

Receitas para diabéticos

A principal mudança, como já dissemos, ocorre na alimentação, principalmente quando são preparações doces. Por isso seguem 5 receitas de preparações doces adaptadas do Livro de Receitas – Oficina Culinária do A. C. Camargo Cancer Center.

DOCE DE BATATA DOCE

Ingredientes

  • 3 unidades médias de batatas doces
  • ½ xícara de chá de leite desnatado
  • 1 colher de sobremesa de adoçante próprio para forno e fogão

Modo de preparo

  • Descasque as batatas, coloque-as em uma panela com água e leve ao fogo médio com a panela semi-tampada até amolecer;
  • Escorra as batatas e amasse-as ainda quentes;
  • Em uma panela coloque a massa de batata doce, o adoçante e o leite;
  • Leve ao fogo brando, mexendo sempre até soltar do fundo da panela;
  • Coloque a massa em um prato fundo e espere esfriar;
  • Com auxílio de uma colher de sobremesa faça as bolinhas e sirva.

 MILKSHAKE CREMOSO

Ingredientes

  • 200 ml de bebida vegetal de sua preferência
  • 30 g de castanhas do Pará
  • 50 g de uvas passa
  • ½ unidade de manga
  • Gelo a gosto

Modo de preparo

  • Bata todos os ingredientes no liquidificador e sirva em seguida.

 BOLO CREMOSO DE FUBÁ

Ingredientes

  • 3 xícaras de chá de bebida vegetal de sua preferência
  • 1 xícara de chá de farinha de trigo integral
  • 1 xícara de chá de adoçante próprio para forno e fogão
  • 4 ovos
  • ½ xícara de chá de fubá
  • 3 colheres de sopa de óleo de coco
  • 1 colher de sopa de fermento químico
  • Erva doce a gosto

Modo de preparo

  • Bata as claras em neve e reserve;
  • Bata as gemas, o adoçante e o óleo de coco;
  • Acrescente a farinha, o fermento, o fubá e a bebida vegetal;
  • Acrescente as claras em neve e bata;
  • Com o auxílio de uma colher misture a erva doce;
  • Coloque a massa em uma assadeira untada e polvilhada e leve ao forno pré-aquecido a 180° por aproximadamente 25 minutos ou até dourar.

 TORTA DE FRUTAS VERMELHAS

Ingredientes

  • 200 g de iogurte desnatado
  • 2 ovos
  • 400 g de ricota amassada
  • 3 colheres de sopa de adoçante próprio para forno e fogão
  • 1 colher de sopa de amido de milho
  • ½ xícara de chá de uva passa
  • Óleo de coco para untar
  • 2 xícaras de chá de frutas vermelhas (amora, morango, framboesa e mirtilo) frescas ou congeladas

Modo de preparo

  • Bata o iogurte, os ovos, a ricota, 2 colheres de sopa do adoçante e o amido de milho no liquidificador até obter uma massa cremosa;
  • Misture a uva passa sem bater;
  • Despeje numa fôrma redonda com aro removível e untada com o óleo de coco;
  • Leve ao forno pré-aquecido a 180°C e asse por 15 minutos;
  • Desligue o fogo, abra um pouco o forno e deixe esfriar;
  • Para a calda, misture as frutas com o restante do adoçante (se necessário, coloque um pouco de água) e ferva rapidamente;
  • Cubra a torta e leve à geladeira. Sirva gelada.

 COOKIE DE MAÇÃ COM CHOCOLATE

Ingredientes

  • 1 xícara de chá de farinha de trigo integral
  • ½ xícara de chá de farinha de trigo
  • 1 unidade de maçã
  • ½ xícara de chá de chocolate amargo picado
  • 2 colheres de sopa de adoçante próprio para forno e fogão
  • 1 ovo
  • 1 colher de sopa de óleo de coco
  • 1 colher de chá de canela em pó
  • 1 colher de sobremesa de fermento em pó

Modo de preparo

  • Descasque e pique a maçã, reserve;
  • Em uma tigela, misture todos os ingredientes até obter uma massa homogênea;
  • Com a ajuda de uma colher, coloque pequenas porções da massa numa assadeira untada, deixando dois dedos de distância entre um cookie e outro;
  • Asse em forno médio pré-aquecido a 180° por 15 minutos ou até dourar.

Caso queira conferir mais receitas para diabéticos acesse nosso texto: “12 deliciosas receitas de doces para diabéticos“.

IMPORTANTE: sempre consulte um nutricionista para analisar o seu caso e assim passar um plano alimentar individualizado e exclusivo para você!

Referências:

  1. Recine, E., Nascimento, M. A. B. Guia alimentar para pessoas com Diabetes Tipo 2. 2001, Disponível em: http://189.28.128.100/nutricao/docs/geral/guia_diabetes.pdf
  2. Mahan, L. K., Escott-stump, S. Krause Alimentos, Nutrição e Dietoterapia. 13ᵃ ed. 2013.
  3. Sociedade Brasileira de Diabetes. Diretrizes da Sociedade Brasileira de Diabetes 2017-2018 / Organização José Egídio Paulo de Oliveira, Renan Magalhães Montenegro Junior, Sérgio Vencio. São Paulo: Ed. Clannad, 2017. Disponível em: https://www.diabetes.org.br/profissionais/images/2017/diretrizes/diretrizes-sbd-2017-2018.pdf
  4. A. C. Camargo Cancer Center. Livro de Receitas – Oficina Culinária. Serviço de Nutrição e Dietética. Disponível em: https://www.accamargo.org.br/sites/default/files/2018-07/livroadulto-2016.pdf

Escrito por

Gabriela Spinelli

Nutricionista com CRN 17100371 formada em Nutrição pela UNIRIO

Atuação em nutrição escolar, apresentação de palestras da educação infantil ao ensino fundamental.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *