Manjericão: Propriedades, benefícios e como utilizar

O manjericão (Ocimum basilicum L.) é uma planta medicinal e aromática, originária da Índia. Também é conhecido como alfavaca, alfavaca-cheirosa, basílico ou manjericão comum, é a espécie da família Lamiaceae mais intensamente cultivada no Brasil.

Sua implantação no país se intensificou após a chegada de imigrantes italianos, sendo parte de sua tradição culinária onde é muito utilizado com molhos de tomate, azeite, massas, entre outros.

Dentre os vários benefícios desse tempero tão tradicional temos: melhora da digestão, combate ao estresse e da dor de cabeça, alivio de tosses e resfriados, melhora do funcionamento dos rins, combate ao mau hálito e a gengivite, entre outros.

Além do uso in natura, que pode ser fresco ou desidratado, o manjericão é muito utilizado para a obtenção de óleo essencial, importante na indústria de perfumaria e na aromatização de alimentos e bebidas. Seu óleo essencial também apresenta propriedades inseticidas e repelentes.

Principais benefícios e propriedades do manjericão

  • Fortalece o sistema imunológico

O manjericão possui propriedades antibacterianas e anti-inflamatórias que fortalecem o sistema imunológico e protegem o corpo.

  • Auxilia no tratamento de gripes e resfriados

Como o manjericão fortalece o sistema imunológico, ele também melhora o sistema respiratório. Os óleos essenciais do manjericão auxiliam também no tratamento de bronquite.

  • Alivia as tosses

O manjericão apresenta efeito expectorante que alivia as tosses, crises de bronquite, dores de garganta e rouquidão. Podem ser feitos gargarejos com água morna e folhas de manjericão ou tomar o próprio chá de manjericão.

  • Auxilia no funcionamento dos rins

O manjericão possui ação diurética, o que contribui para a eliminação dos excessos de líquidos e toxinas. Além disso, ajuda a eliminar pedras nos rins pela urina e, por isso, é considerado um alimento com potente efeito no funcionamento renal.

  • Alivia o estresse e a dor de cabeça

O chá de manjericão possui efeitos calmantes, aliviando as tensões e o estresse do dia-a-dia. Além disso, possui propriedades anti-inflamatórias, o que ajuda na melhora da circulação sanguínea e, consequentemente, na circulação sanguínea no cérebro, aliviando as dores de cabeça.

  • Previne as infecções bucais

Essa planta medicinal possui efeito antibacteriano, o que protege a cavidade bucal e combate o mau hálito e a gengivite.

  • Previne o envelhecimento precoce

O manjericão é um alimento rico em antioxidantes que combatem os radicais livres, melhorando a imunidade e protegendo as células do envelhecimento precoce. Além do mais, retarda o aparecimento das rugas e manchas na pele, tornando a pele mais viscosa e bonita.

Além disso, o manjericão diminui as inflamações da pele, auxiliando no tratamento de doenças como micose, psoríase e até amenizando as coceiras das picadas de insetos.

  • Melhora a digestão

O chá de manjericão melhora o funcionamento do intestino, eliminando os gases e diminuindo as inflamações. Além disso, melhora a digestão principalmente de alimentos gordurosos, pois regulariza o pH do estômago e a produção dos sucos ácidos necessários para a digestão dos alimentos.

Onde e como utilizar o manjericão

As folhas e flores do manjericão são utilizadas na forma de chás devido suas propriedades fortificantes e digestivas, além de auxiliar no tratamento de problemas respiratórios e reumáticos.

Além disso, compressas de manjericão ajudam as mães que ficam com os seios doloridos ou com rachaduras depois da amamentação e também podem auxiliar nos espasmos musculares.

O manjericão é também utilizado na culinária popular sob a forma de condimento, para tempero de omeletes, ensopados de carnes, peixes, frangos, saladas, sopas, recheios, como ingrediente principal em molho típico italiano, bem como em doces e licores.

O manjericão combina com preparações que levam tomate, azeite, limão, carnes vermelhas, massas e queijos.

Além do mais, pode ser usado para aromatizar o azeite de oliva, basta colocar algumas folhas do manjericão dentro da garrafa de azeite e pronto! Teremos um azeite aromatizado de manjericão. Também pode ser adicionado dentes de alho descascados, alecrim, entre outros.

Cultivando manjericão em casa

Para cultivar o manjericão em casa você pode utilizar as sementes ou adquirir a muda já formada. Como o manjericão gosta de sol é importante plantá-lo em um lugar do canteiro ou em um vaso que fique bastante exposto ao sol. Além disso, é importante regar com água de 2 a 3 vezes ao dia nos dias quentes.

Uma das vantagens do manjericão é que ele se multiplica com facilidade, suas flores com as sementes se espalham com o vento e com isso sua proliferação é fácil.

Receitas com manjericão

O uso mais famoso do manjericão é como ingrediente do molho pesto, usado em massas, pizzas, pães e até para temperar saladas.

1. Molho pesto de manjericão

Ingredientes

1 maço de manjericão fresco

50 gramas de amêndoas

50 gramas de parmesão

2 colheres de sopa de azeite de oliva extra-virgem

Sal e pimenta à gosto

Suco de meio limão

1 dente de alho

Modo de preparo

Liquidificar todos os ingredientes e servir em suas receitas preferidas!

2. Salada de quinoa com manjericão

Ingredientes

1 xícara de chá de quinoa em grãos

2 xícaras de chá de água para cozinhar a quinoa

1 cebola roxa cortada em cubinhos

1 tomate cortado em cubinhos

1 colher de sopa de limão espremido

2 colheres de sopa de azeite de oliva extra-virgem

Folhas de manjericão fresco à vontade

Sal e pimenta do reino à gosto

Modo de preparo

Lavar e escorrer bem a quinoa, ferver a água e adicionar a quinoa por uns 2 minutos, depois escorrer a água e enxaguar bem os grãos. Cozinhar a quinoa na água com sal por uns 10 a 15 minutos, escorrer a quinoa e deixar esfriar. Misturar todos os outros ingredientes e decorar com as folhas de manjericão por cima.

3. Molho de tomate e manjericão

Ingredientes

1/2 cebola média picada

3 dentes de alho amassados

8 tomates maduros

Azeite, sal, orégano e pimenta à gosto

Folhas de manjericão fresco à vontade

Modo de preparo

Cozinhar os tomates em água, fazer cortes com a faca na casca do tomate para facilitar depois na hora de retirar a casca. Depois de cozidos, retirar as cascas do tomate, cortar em pedaços pequenos retirando o excesso de sementes. Refogar o alho e a cebola no azeite até dourar, acrescentar os tomates e os temperos. Deixar cozinhar em fogo baixo por uns 10 minutos. Coloque o manjericão só depois de esfriar o molho.

4. Salada Caprese

Ingredientes

2 tomates cortados em rodelas

300 gramas de mussarela de búfala cortadas em rodelas

Folhas de manjericão à vontade

Azeite de oliva, vinagre balsâmico e sal à gosto

Modo de preparo

Montar a salada intercalando as rodelas de tomate com a mussarela de búfala. Temperar com o azeite, sal e vinagre balsâmico. Por último, decore com as folhas de manjericão.

5. Pasta de ricota com manjericão

Ingredientes

250 gramas de ricota

5 talos de manjericão

Azeite, sal e pimenta do reino à gosto

Modo de preparo

Liquidificar ou passar pelo mixer a ricota para formar uma pasta cremosa. Adicionar as folhas de manjericão, sal, pimenta do reino e azeite até homogenizar. Consumir com torradas, tapiocas ou panquecas.

Como tempero

Para utilizar o manjericão como tempero, dê preferência à sua forma fresca, pois preserva melhor o seu aroma, seu sabor, sua cor e seus nutrientes, uma vez que suas folhas são muito delicadas e sensíveis ao calor. Por isso, o ideal é sempre usar o manjericão para finalizar as preparações.

Como chá

O chá de manjericão, por ter efeito calmante e relaxante, é ótimo para as pessoas que estão estressadas, muito ansiosas e com dificuldades para dormir. Além disso, ajuda a combater o mau hálito, protegendo melhor a gengiva e os dentes. Usa-se o chá em gargarejo para as dores de garganta; em bochechos ajuda na cicatrização de aftas.

Para o preparo do chá, o ideal é utilizar folhas frescas, pois na forma desidratada as propriedades do manjericão são reduzidas.

  • Receita do chá de manjericão

Adicionar 10 folhas de manjericão em 1 xícara de chá de água fervente. Deixar repousar por 5 minutos, esperar amornar, coar e se servir.

Referências:

  1. FAVORITO, P. A.; et al. Características produtivas do manjericão (Ocimum basilicum L.) em função do espaçamento entre plantas e entre linhas. Rev. Bras. Pl. Med., Botucatu, v. 13, especial, p. 582-586, 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbpm/v13nspe/a13v13nspe.pdf.
  2. SANTOS, ELMANO FERREIRA DOS. Seleção de tipos de Ocimum basilicum L. de cor púrpura para o mercado de plantas ornamentais. Brasília: Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, Universidade de Brasília, 2007, 60 p. Dissertação de Mestrado. Disponível em: http://repositorio.unb.br/bitstream/10482/3278/1/2007_ElmanoFerreiradosSantos.pdf.

Escrito por

Carla Oyama

Nutricionista com CRN 31937 formada em Nutrição pela UNIFAL-MG

Pós graduação em Terapia Nutricional Clínico-hospitalar pela UNIRP-SP. Qualificada em Educação em Diabetes pela ADJ Diabetes Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *