Ômega 3 DHA Essential: Para que serve, como usar e onde comprar

O ômega 3, também chamado de ácido alfa-linolênico (ALA), é um ácido graxo essencial poli-insaturado (ou seja, uma gordura do bem!), que não pode ser produzido pelos humanos, devendo ser obtido por meio da dieta.

As principais fontes de ômega 3 são os peixes de águas frias, sendo que também pode ser obtido a partir de fontes vegetais, como o óleo de linhaça, o óleo de chia, o óleo de canola, as nozes e os vegetais de folha verde escura.

Esse tipo de gordura é muito importante para manter as nossas membranas celulares (a “pele” que cobre nossas células) em condições normais, ainda, melhora as funções do nosso cérebro e a transmissão de impulsos nervosos. Por esse motivo, é um nutriente essencial para o aprendizado, influenciando positivamente os nossos estudos e a nossa memória!

No entanto, para que o ômega 3 ingerido seja realmente aproveitado pelo corpo, ele precisa ser transformado em outros dois compostos de nomes bem difíceis: o ácido eicosapentaenoico (EPA) e o docosahexaenoico (DHA).

Mas, para que possa levar somente benefícios ao organismo, sua concentração e pureza são essenciais!

Já sabemos o que é ômega 3, agora, para entendermos mais um pouco sobre o assunto precisaremos esclarecer mais algumas definições, ok?!

O que é EPA e DHA?

EPA

O ácido eicosapentaenoico tem ação anti-inflamatória, atuando na produção de substâncias chamadas de prostaglandinas E3.

Seus principais benefícios são auxiliar a saúde do coração e a circulação sanguínea. Estudos concluíram que a morte por doença cardiovascular é até 50% menor em indivíduos que consomem peixe cinco vezes por semana.

Além disso, a substância diminui o acumulo de plaquetas que “afinam’’ o sangue e reduzem a formação de coágulos que podem causar tromboses e acidente vascular cerebral (AVC).

Além destes benefícios, o uso do EPA é importante para quem apresenta sintomas de doenças inflamatórias pelo seu feito anti-inflamatório. Também é recomendado para ajudar na redução da celulite, da obesidade e da artrite.

DHA

É parte integrante, estrutural e funcional de cada célula do corpo, desempenha um papel vital no cérebro e nos olhos e é absolutamente crucial durante a gravidez e a infância.

Para se ter uma noção da importância desse ácido graxo, ele perfaz mais de 90% dos ácidos graxos ômega 3 em seu cérebro e até 25% de seu conteúdo de gordura total.

Teoricamente, até seríamos fisiologicamente capazes de produzir DHA, a partir de um outro ácido graxo ômega 3 de origem vegetal, o ácido alfa-linolênico (ALA).

Entretanto, tal processo é muito ineficiente, e apenas 0,1 – 3% de ALA é convertido em DHA no corpo. Vale ressaltar ainda que a produção desse ácido graxo também depende de níveis adequados de outras vitaminas e minerais, bem como a quantidade de ácidos graxos ômega-6.

Dessa maneira, este nutriente só pode ser suprido com uma alimentação adequada e suplementos.

“Fisiologia” do DHA

O DHA tem uma estrutura flexível, estando localizado principalmente nas membranas das nossas células, deixando-as maleáveis e as lacunas entre as células mais fluidas.

Isto torna mais fácil para as células nervosas enviarem e receberem sinais elétricos, que é o seu modo de comunicação. Portanto, níveis adequados desse ácido graxo promovem uma “comunicação” entre os neurônios mais rápida e mais eficiente. Aí está a importância desse nutriente para os nossos estudos, lembra?

Por outro lado, níveis baixos de DHA no cérebro ou nos olhos pode retardar a sinalização entre as células, resultando em deficiência visual ou função cerebral alterada.

O DHA também possui várias outras funções no corpo. Por exemplo, auxilia no controle e redução dos triglicerídeos no sangue e combate a inflamação, inibindo citocinas pró-inflamatórias (substâncias que facilitam e favorecem o processo inflamatório).

Isto é extremamente benéfico, já que as inflamações contínuas têm sido associadas à inúmeras desordens de saúde, como diabetes, autismo, aterosclerose, doenças autoimunes e doenças neurodegenerativas.

Como é obtido o Ômega 3 DHA Essential?

De acordo com informações do fabricante, o ômega 3 DHA é um suplemento alimentar fonte de ômega 3 ultraconcentrado em DHA.

DHA TG Essential tem sua origem nos peixes presentes nas águas profundas, correntes, geladas e não poluídas da Costa da Noruega.

A extração do óleo é feita através do processo de destilação molecular, com a qual obtém-se um óleo de peixe puro, ultraconcentrado e padronizado em DHA.

Ainda segundo o fabricante, o produto apresenta padrões de pureza extremamente rígidos em relação aos metais pesados e demais contaminantes como PCBs, mercúrio e dioxinas.

Diferenciais do produto

Na natureza, o óleo de peixe está disponível em triglicerídeos (TG), no entanto, as concentrações de EPA e DHA são baixas e não padronizadas. Através dos processos de produção, obtém-se um óleo de peixe ultraconcentrado, puro e padronizado em EPA e DHA.

O óleo de peixe nesta forma é o tipo de suplementação mais comumente encontrada no mercado brasileiro. Sua conversão em TG é um passo a mais, ou seja, voltamos à forma presente na natureza, para que o organismo reconheça e absorva os ácidos graxos EPA e DHA de maneira superior, além de oferecer maior conforto gástrico.

Além disso, sua fórmula ultraconcentrada fornece 500mg de DHA + 100mg de EPA por cápsula, e sua forma em TG (triglicerídeos) favorece a absorção.

Recomendação de consumo

Ingerir uma (1) cápsula 3 vezes ao dia, com as principais refeições, ou conforme orientação de médico ou nutricionista.

Gostou desse super produto diferenciado? Então clique aqui e garanta já o seu!

Referências:

  1. Stark, A. H., Crawford, M.A., Reifen, R. Update on alpha-linolenic acid. Nutr Rev. Jun;66(6):326-32, 2008. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/18522621/;
  2. Gerster, H. Can adults adequately convert alpha-linolenic acid (18:3n-3) to eicosapentaenoic acid (20:5n-3) and docosahexaenoic acid (22:6n-3)? Int J Vitam Nutr Res. 68(3):159-73, 1998;
  3. Guesnet, P., Alessandri, J. M. Biochimie. Docosahexaenoic acid (DHA) and the developing central nervous system (CNS) – Implications for dietary recommendations. 93(1):7-12, 2011 Jan. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/20478353;
  4. Essential Nutrition. https://www.essentialnutrition.com.br/dha-tg#tabela02.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *