Agrião: para que serve e quais seus beneficios

O agrião é um vegetal que traz muitos benefícios à saúde de quem o consome com regularidade, graças aos seus altos níveis de fitoquímicos!

Há registros de que esse vegetal já era usado por suas propriedades medicinais, desde a antiguidade, especificamente para combater o escorbuto (doença causada pela deficiência de vitamina C), além disso, Hipócrates o utilizava como expectorante…

O que é o Agrião?

O agrião, cujo nome científico é Nasturtium officinale, tem sua origem na Ásia Central e Europa, e é um dos vegetais mais abundantes em nutrientes conhecidos pelo homem e também um dos mais consumidos!

Cresce melhor em lugares frios e próximos a correntes de água. Suas folhas arredondadas, de cor verde escura ou levemente arroxeada, são muito apreciadas em saladas. Porém, também pode ser consumido como integrante de molhos, sopas, sucos, entre outras preparações.

Benefícios do Agrião

É um vegetal rico em antioxidantes, bioflavonóides e outras substâncias que protegem contra certos tipos de câncer, sendo rico em vitamina C , A, K e complexo B, além de boas quantidades de iodo, enxofre, cálcio, fósforo e, principalmente, ferro.

As vitaminas A e C são vitaminas antioxidantes e combatem o excesso de radicais livres que são danosos ao nosso organismo. Além disso, a vitamina A é muito importante para manter a saúde da pele e olhos em dia. Já a vitamina C é importantíssima para o bom funcionamento do nosso sistema imunológico.

A presença da vitamina K em conjunto com a vitamina C garante uma proteção extra contra as doenças do coração e pressão arterial elevada!

Com relação aos minerais, de maneira geral, todos eles são importantes para o funcionamento da glândula tireoide, ajudam na formação de ossos e dentes, evitam a fadiga mental e estão ligados à produção de glóbulos vermelhos do sangue, prevenindo assim a anemia.

O agrião também auxilia no combate da gota (ácido úrico elevado), a tuberculose, o raquitismo, a formação de pedras nos rins, as cistites e ainda os efeitos tóxicos da nicotina. Graças ao seu vasto conteúdo de nutrientes possui propriedades digestivas, faz bem ao fígado e é diurético.

Além de tudo isso, ele contém nutrientes que diminuem os níveis de glicose, aumentam a sensibilidade à insulina e, consequentemente, ajuda pacientes diabéticos.

Como o agrião tem poucas calorias e, praticamente, nenhuma gordura, é um excelente alimento para as pessoas em regime de emagrecimento (cada 100 g de agrião fornecem apenas 22 calorias!).

Resumo

É um vegetal rico em antioxidantes, bioflavonóides e outras substâncias que protegem contra certos tipos de câncer, sendo rico em vitamina C, A, K e vitaminas do complexo B, além de boas quantidades de iodo, enxofre, cálcio, fósforo e, principalmente, ferro.

Esses nutrientes estão associados com os seguintes benefícios:

  • combatem o excesso de radicais livres que são danosos ao nosso organismo, mantêm a saúde da pele e olhos em dia e garantem o bom funcionamento do nosso sistema imunológico;
  • proteção extra contra as doenças do coração e pressão arterial elevada;
  • bom funcionamento da glândula tireoide, ajudam na formação de ossos e dentes, evitam a fadiga mental e estão ligados à produção de glóbulos vermelhos do sangue, prevenindo assim a anemia;
  • auxiliam no combate da gota (ácido úrico elevado), da tuberculose, do raquitismo, da formação de pedras nos rins, das cistites e ainda dos efeitos tóxicos da nicotina;
  • possuem propriedades digestivas, fazem bem ao fígado e são diuréticos;
  • contribuem na redução dos níveis de glicose, aumentam a sensibilidade à insulina e, consequentemente, ajudam pacientes diabéticos;
  • como o agrião tem poucas calorias e, praticamente, nenhuma gordura, é um excelente alimento para as pessoas em regime de emagrecimento (cada 100 g de agrião fornecem apenas 22 calorias!).

Utilizações Medicinais do Agrião

O xarope de agrião com mel é muito usado na medicina popular e na indústria farmacêutica para curar a tosse.

O sumo de agrião, fervido com leite, em partes iguais, dá excelentes resultados contra enfermidade do peito, catarro e reumatismo.

Propriedades Terapêuticas

  • Depurativo
  • Antiescorbútico
  • Diurético
  • Anti-diabético
  • Anti-raquitismo
  • Expectorante
  • Ungüento
  • Cicatrizante

Princípios Ativos

Iodo, potássio, fósforo, óleo, sais minerais, vitaminas, óleo essencial; glicosídeos, gliconastursídeo. Fermento (mirosina). Sais minerais, vitaminas, proteínas, carotenos, clorofila.

Indicações Terapêuticas

Tuberculose, afecções pulmonares, tosse e bronquite.

Formas de uso

Infusão, decocto, suco, extrato fluido, tintura, vinho, elixir, xarope, etc.

Como escolher?

Na hora da compra, escolha o maço que tiver folhas verdes e brilhantes, firmes, limpas e sem marcas de insetos. Nessas condições pode ser conservado em geladeira por 3 a 4 dias.

Os períodos de safra do agrião vão de janeiro a fevereiro e de agosto a setembro.

Como utilizar o Agrião

O agrião é um vegetal muito versátil e pode ser utilizado desde cru em uma salada ou suco, até entrar em preparações de tortas, sopas e caldos.

Preparamos uma lista com algumas sugestões para você poder começar hoje mesmo a incluir esse super alimento na sua rotina alimentar!!!

Suco de agrião para proteger o pulmão

Ingredientes:

  • 2 laranjas
  • 1 colher de sopa de agrião
  • 1 colher de mel
  • 250 ml de água
  • Gelo à gosto

Modo de preparo:

Para preparar a bebida, basta bater todos os ingredientes no liquidificador e consumir em seguida.

Sopa de Agrião com espinafre

Ingredientes:

  • 1 cebola pequena picada
  • 1 colher de sopa de azeite
  • 500 ml de caldo de legumes caseiro
  • 1 colher de sobremesa de aveia
  • 2 xícaras de espinafre
  • 2 xícaras de agrião
  • Suco de 1 limão
  • Sal a gosto
  • Temperos a gosto

Modo de preparo:

Refogue a cebola no azeite até dourar. Em seguida adicione o caldo de legumes e a aveia. Deixe levantar fervura e cozinhar por uns 15 minutos. Lave bem o espinafre e agrião e corte em pedaços. Adicione à panela e deixe ferver. Espere esfriar e bata a sopa no liquidificador para formar um caldo uniforme. Volte para a panela e tempere a gosto, adicionando o suco de limão. Bom apetite!

Chá de agrião

Este chá deve ser consumido de 2 a 3 vezes por dia, de preferência morno, para ajudar também a eliminar as secreções das vias respiratórias.

Ingredientes

  • ½ xícara de chá de folhas e talos de agrião
  • 1 colher de sopa de mel (opcional)
  • 100 ml de água

Modo de preparo

Colocar a água para aquecer e quando levantar fervura, desligar o fogo. Adicionar o agrião e tampar, deixando a mistura descansar por cerca de 15 minutos. Coar, adoçar com mel e beber morno.

Xarope de agrião

Deve-se tomar 1 colher de sopa desse xarope 3 vezes por dia, lembrando que crianças e mulheres grávidas devem primeiro conversar com o médico antes de usar esse remédio caseiro.

Ingredientes

  • Um punhado de folhas e talos de agrião lavado
  • 1 xícara de chá de água
  • 1 xícara de chá de açúcar
  • 1 colher de sopa de mel

Modo de preparo

Colocar água para ferver, desligar o fogo quando levantar fervura e adicionar o agrião, deixando a mistura descansar por 15 minutos. Coar a mistura e adicionar o açúcar ao líquido coado, levando para cozinhar em fogo baixo até formar uma calda espessa. Apagar o fogo e deixar descansar por 2 horas, adicionando mel em seguida e guardando o xarope em um frasco de vidro limpo e higienizado.

E para refrescar esses dias de calor mais intenso, aí vai uma receita deliciosa de salada de agrião com manga!

Salada de agrião com manga

Ingredientes:

  • 100 g de agrião
  • 1/2 manga
  • 1 colher de chá de gergelim branco

Molho

  • 1/2 manga picada
  • Sumo de 1/2 limão
  • Sal a gosto
  • Azeite a gosto
  • Lascas de gengibre

Modo de preparo:

Lave e descasque a manga. Corte em cubinhos. Lave o agrião, escorra. Em uma saladeira misture os dois. Bata todos os ingredientes do molho no liquidificador, coe. Regue a salada com o molho, salpique o gergelim e sirva.

Referências:

  1. Portal São Francisco. Disponível em: https://www.portalsaofrancisco.com.br/alimentos/agriao;
  2. Dias, M. B., Sousa, A. Nutrição Anti-Envelhecimento. Nutrícias,  Porto ,  n. 16, p. 31-34,  mar.  2013 .   Disponível em: http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2182-72302013000100006&lng=pt&nrm=iso;
  3. Jennifer Di Noia. Defining powerhouse fruits and vegetables: A nutrient density approach. Prev. Chronic. Dis. vol. 11, 2014. Disponível em: https://www.cdc.gov/pcd/issues/2014/13_0390.htm#table2_down.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *