14 receitas de papinhas doces super nutritivas para o seu bebê

14 receitas super nutritivas de papinhas doces para o seu bebê

A partir dos 6 meses de vida do bebê quando ele ou ela pode começar a consumir outros alimentos e receitas de papinhas, além do leite materno, tudo vira uma grande descoberta!

Antes mesmo das receitas de papinhas salgadas, hoje chamadas de “papinhas principais” ou “comida de panela”, o bebê começa a comer frutas ou as chamadas “papinhas doces”.

No entanto, muitas dúvidas podem surgir durante essa fase. Entre elas está a recomendação, ou não, da oferta de doces na alimentação do bebê.

Neste momento da vida, quando a criança está conhecendo novos sabores, oferecer preparações com açúcar, mel ou achocolatado, pode interferir na formação do paladar, já que estudos comprovam que o açúcar pode interferir na forma como sentimos o sabor de outros alimentos.

O sabor doce também faz parte das novas sensações que a criança em fase de introdução alimentar irá experimentar, no entanto, é importante que esse sabor seja apresentado a partir de alimentos e preparações adocicadas naturalmente, o que é possível, já que as frutas contêm a frutose (o “açúcar” da fruta). Ainda, quando essas frutas passam pelo processo de cozimento, suas características de sabor ficam ainda mais acentuadas.

Mas não é só a partir de frutas que é possível fazer receitas de papinhas doces sem nenhum açúcar adicionado para crianças, alguns legumes como abóbora, cenoura, beterraba e batata doce também apresentam o sabor adocicado, e ainda são muito nutritivos.

Os alimentos in natura, como as frutas cruas e legumes adocicados cozidos ou assados, são as melhores opções para que um bebê conheça o sabor doce, no entanto, conforme o bebê cresce e se identifica com cada novo alimento, uma receita de papinha para bebê pode diversificar a alimentação do bebê e ajudar no aumento do repertório de pratos que você oferece ao seu filho, para que os hábitos alimentares que estão sendo construídos não fiquem entediantes.

Consumo de açúcar antes dos 2 anos de idade

O Ministério da Saúde recomenda que nos dois primeiros anos de vida não se deve adoçar frutas e bebidas com nenhum tipo de açúcar: branco, mascavo, cristal, demerara ou açúcar de coco, nem mel, melado ou rapadura.

Também não devem ser oferecidas preparações que tenham açúcar como ingrediente, como doces, bolos, geleias e biscoitos doces. O açúcar também está presente em grande parte dos alimentos ultra processados. Este é um dos motivos pelos quais não devem ser oferecidos às crianças.

Não é recomendado usar adoçantes no lugar do açúcar, pois possuem substâncias químicas que não são adequadas a esta fase da vida.

O consumo de açúcar aumenta a chance de ganho excessivo de peso e de ocorrência de outras doenças, como diabetes, hipertensão e câncer, e pode provocar cárie dentária e placa bacteriana entre os dentes. Além disso, como a criança já tem preferência pelo sabor doce desde o nascimento, se for acostumada com preparações açucaradas, poderá ter dificuldade de aceitar verduras, legumes e outros alimentos saudáveis.

Não oferecer açúcar e outros alimentos que contenham esse ingrediente nos dois primeiros anos de vida contribui para a formação de hábitos alimentares mais saudáveis.

Posso adoçar os alimentos do bebê com mel?

Apesar do mel ser um produto “natural”, não é recomendado oferecer o alimento à criança menor de 2 anos.

São dois os motivos: o mel contém os mesmos componentes do açúcar, o que já justifica evitá-lo. Além disso, há risco de contaminação por uma bactéria associado ao botulismo.

A criança menor de 1 ano é menos resistente a esta bactéria, podendo desenvolver essa grave doença, que causa paralisia de membros inferiores e interfere na respiração.

14 receitas de papinhas doces super nutritivas para o seu bebê

Antigamente, algumas frutas mais macias e de sabor mais suave como a banana, o mamão e a pera eram recomendadas como as mais apropriadas para o início da introdução alimentar do bebê, enquanto outras frutas como a manga, a goiaba e o abacate eram opções que só deveriam ser oferecidas mais tarde.

Porém, hoje sabemos que a oferta de uma alimentação variada e mais próxima possível da comida da família, que inclua os mais diversos alimentos, favorece a construção de hábitos alimentares mais saudáveis e equilibrados, diminuindo as chances de neofobia alimentar, o medo que algumas crianças podem ter de experimentar alimentos novos, com os quais ainda não entraram em contato.

Algumas frutas como morango, kiwi e abacaxi podem desencadear reações alérgicas em algumas crianças, por isso, caso note coceira ou alterações na pele do bebê após oferecer essas frutas, aguarde um período para oferecê-las novamente. Para obter a confirmação de uma possível alergia alimentar do seu bebê ou caso os sintomas persistam, o ideal é consultar um médico alergista.

Para te deixar apenas com o prazer de preparar deliciosas receitas de papinhas doces, sem a preocupação de pensar em quais seriam as melhores combinações, selecionamos 14 receitas de papinhas doces para bebê super nutritivas, naturais, saudáveis e com zero açúcar adicionado.

Antes de aproveitar as receitas, saiba que você pode utilizar o leite materno ou o leite de coco caseiro no preparo das papinhas doces. Veja a seguir a receita de leite de coco caseiro:

Leite de coco caseiro

Ingredientes:

  • 2 xícaras (chá) de coco fresco ralado
  • 2 xícaras (chá) de água filtrada

Modo de preparo:

No liquidificador, junte o coco e a água e bata até virar um líquido branco (cerca de 5 minutos). Por ser natural, ele não terá a espessura nem a cor super branca dos industrializados. Em um pano de prato limpo, fralda de pano nova ou peneira, coe a mistura sobre uma tigela, espremendo bem com as mãos para extrair todo o leite. A polpa de coco que restou pode ser aproveitada em outras receitas de cocada, pães, bolos ou biscoitos.

Papinha de leite de coco, maçã, banana e aveia

Ingredientes:

  • 100 ml de leite materno ou de leite de coco caseiro
  • 1 fatia de maçã sem casca
  • ½ banana-maçã sem casca
  • 5 colheres (sopa) rasas de aveia

Modo de preparo:

Bata no liquidificador o leite e a maçã, até ficar homogêneo, e deixe separado. Em um prato fundo, amasse a banana com um garfo. Junte o leite batido com maçã, a aveia e mexa até obter uma papa.

Papinha de banana com morango

Ingredientes:

  • 1 banana nanica
  • 2 unidades de morango

Modo de preparo:

Retire o “miolo” do morango. Amasse as frutas com um garfo e misture bem até formar a papinha.

Papinha de abóbora com goiaba

Ingredientes:

  • 1 colher (sopa) de abóbora
  • ½ goiaba

Modo de preparo:

Coloque em uma panela a abóbora, e em outra a goiaba e cozinhe separadamente. Após estarem bem macias, desligue o fogo. Passe a goiaba em uma peneira e junte com a abóbora. Amasse tudo com o garfo e sirva.

Papinha de banana, maçã, mamão e leite de coco

Ingredientes:

  • 1 maçã pequena picada descascada e raspada
  • 1 banana pequena
  • 1 colher (sopa) de leite de coco caseiro
  • 3 colheres (sopa) de mamão bem picado

Modo de preparo:

Amasse a maçã raspada com o leite de coco, isso ajudará a maçã ficar mais macia e fácil de amassar, use sempre o garfo! Adicione a banana e o mamão aos poucos para que incorporem bem.

Papinha de inhame com morango (“Danoninho” natural de morango)

Ingredientes:

  • 1 inhame pequeno picado
  • 6 morangos maduros

Modo de preparo:

Cozinhe o inhame, até que fique bem macio, espere esfriar e bata rapidamente com os morangos previamente higienizados e sem os talos até que adquira consistência cremosa.

Papinha de pêssego e banana

Ingredientes:

  • 1/4 de pêssego
  • 1/2 banana prata

Modo de preparo:

Bata o pêssego no mixer e depois junte-o com a banana amassada, amasse tudo com o garfo até que as duas frutas fiquem bem misturadas.

Papinha de abacate com banana

Ingredientes:

  • 1/4 de abacate
  • 1/2 banana-nanica

Modo de preparo:

Amasse tudo no garfo até obter um creme. Se preferir, junte uma colher de sopa de leite materno ou leite de coco caseiro, caso deseje uma consistência mais cremosa.

Papinha de beterraba com maçã e canela

Ingredientes:

  • 1 beterraba pequena
  • 1 maçã gala
  • 1 canela em pau

Modo de preparo:

Cozinhe a beterraba descascada e picada por 25 minutos em água quente ou no vapor. Em outra panela, cozinhe a maçã também descascada e picada com um pouco de água e o pau de canela. Retire o pau de canela da maçã cozida, junte a beterraba e a maçã já macias em um mixer e bata rapidamente, apenas para misturar as frutas cozidas, até formar um purê.

Papinha de damasco com laranja lima

Ingredientes:

Modo de preparo:

Bata no mixer até obter um creme.

Papinha de melancia com banana

Ingredientes:

  • 1 pedaço grande de melancia picada
  • 1/2 banana nanica bem madura

Modo de preparo:

Descasque a banana e amasse todos os ingredientes com o garfo. Não jogue fora a água da melancia, sirva junto com tudo.

Papinha de cenoura com maçã e uva passa

Ingredientes:

  • 1 maçã pequena picada descascada
  • 1 xícara (chá) de cenoura fatiada
  • 1/4 xícara (chá) de passas
  • 1/2 xícara (chá) de água

Modo de preparo:

Refogue a cenoura por 5 minutos em um fio de azeite, após cortar em cubos adicione a maçã, as passas e a água, cozinhe por 10 minutos em fogo baixo ou até que tudo fique bem macio. Retire do fogo, amasse com um garfo e espere esfriar.

Papinha de pera com erva-doce e banana

Ingredientes:

  • 1 banana média
  • 1/2 pera sem casca picada
  • 1 colher (chá) de erva-doce

Modo de preparo:

Cozinhe a pera com a erva-doce até que fiquem bem macias. Retire a erva doce, misture tudo com a banana amassada com um garfo e sirva.

Papinha de ameixa com mamão e aveia

Ingredientes:

Modo de preparo:

Cozinhe por 10 minutos as ameixas. Amasse bem o mamão, depois que as ameixas estiverem bem molinhas amasse-as e misture com o mamão e a farinha de aveia.

Papinha de batata doce com banana da terra

Ingredientes:

  • 100g de batata doce
  • 1 banana da terra

Modo de preparo:

Cozinhe a batata doce descascada e picada em uma panela e coloque a banana da terra para assar por 10 minutos no forno pré-aquecido. Amasse a batata doce e a banana da terra já macias e misture bem até adquirir consistência cremosa.

Assim como as papinhas salgadas feitas com legumes, grãos e carnes como o peito de frango, por exemplo, as papinhas doces podem ser congeladas depois de prontas e ainda quentes, quando forem cozidas, e o descongelamento é feito facilmente em banho maria, aproveitando as características e nutrientes.

Gostou das ideias?! Aproveite a inspiração para preparar uma deliciosa e saudável papinha doce para o seu bebê!

Referências:

  1. Brasil, Ministério da Saúde. Departamento da Atenção Básica. Coordenação Geral de Alimentação qe Nutrição. Guia Alimentar para crianças menores de 2 anos. – Versão para consulta pública – Brasília, junho/julho de 2018. Disponível em http://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2018/julho/12/Guia-Alimentar-Crianca-Versao-Consulta-Publica.pdf
  2. Philippi, STP; Aquino, RC. e col. Guias de Alimentação e Nutrição: Dietética – Princípios para o planejamento de uma alimentação saudável. Editora Manole: Barueri, SP – Brasil, 2015.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *