Benefícios da vitamina D3, para que serve e onde encontrar

Benefícios da vitamina D3, para que serve e onde encontrar

PUBLICIDADE

Já falamos bastante sobre a vitamina D e seus benefícios. Mas hoje vamos falar mais especificamente e detalhadamente sobre um dos análogos dessa vitamina, a vitamina D3.

A vitamina D3 é conhecida também como colecalciferol, ou ainda a vitamina do Sol. E os nomes atribuídos a essa vitamina são bem propícios, já que realmente a representam.

É conhecida como colecalciferol, pois é a partir de um composto químico, precursor do colesterol, que ela é produzida. Esse composto químico é o 7-dehidrocolesterol, ou, como vamos chamá-lo, provitamina D3.

É popularmente chamada de vitamina do Sol porque é através da exposição da pele aos raios solares que ela é produzida em nossos organismos. E é sempre válido lembrar que essa exposição tem que acontecer sem o uso de protetores ou bloqueadores solares.

A produção de vitamina D3 por decorrência da exposição ao Sol, depende dos seguintes fatores:

  • Tempo de exposição à luz solar;
  • Intensidade da luz solar a que somos expostos;
  • Concentração de pigmento cutâneo (melanina);
  • Disponibilidade da provitamina D3 na pele.

Além da produção por exposição ao Sol, podemos obter a vitamina D3 por meio da alimentação. Através do consumo de alimentos como peixes, ovo e fígado, por exemplo.

Metabolismo da vitamina D3

O metabolismo da vitamina D3 (colecalciferol) tem 3 etapas e acontece em 2 órgãos principais, o fígado e os rins. As duas primeiras são para a ativação da vitamina e a terceira é um modo de regulação da vitamina D3:

  1. A primeira etapa da metabolização do colecalciferol ocorre no fígado, onde, após um processo de hidroxilação (adição de uma hidroxila ao composto), é formado um composto inativo, denominado calcidiol. O cacidiol é a forma com que a vitamina D3 é encontrada na corrente sanguínea;
  2. A segunda etapa ocorre nos rins, também a partir de outra hidroxilação, que vai transformar o calcidiol em calcitriol. O calcitriol é a forma ativa da vitamina D3, tendo papel nas funções biológicas no organismo;
  3. Ocorrendo também nos rins, a terceira etapa, transforma o calcitriol em 24-hidroxicalcidiol, forma inativa. Esse processo acontece quando a concentração sanguínea de calcitriol chega a níveis suficientes. Ela evita que os níveis sanguíneos da vitamina fiquem tóxicos para a saúde.
VEJA TAMBÉM:  Quais as funções da vitamina K2 e qual dosagem diária devemos tomar

Para que serve o calcitriol?

A forma ativa da vitamina D3, calcitriol, age em diferentes sistemas do corpo humano, beneficiando nossa saúde.

Alguns dos seus principais benefícios estão listados abaixo:

Fortalecimento de ossos e dentes

O calcitriol tem importante papel na absorção de cálcio e fósforo, mantendo os níveis desses minerais em equilíbrio, proporcionando boa densidade óssea. Evita, assim, problemas como raquitismo e osteoporose (perda óssea), cáries e má formação óssea em crianças.

Melhora do sistema imunológico

O calcitriol auxilia no combate a infecções e no controle do crescimento celular desregulado, prevenindo o aparecimento de algumas doenças autoimunes. Já foi feita correlação entre a deficiência dessa vitamina e doenças como: diabetes mellitus, esclerose múltipla, artrite reumatoide, dentre outras.

Proteção contra diferentes tipos de câncer

Devido ao seu papel na proliferação e no crescimento celular, estudos já conseguem mostrar a relação da deficiência de calcitriol com o aumento das chances de desenvolvimento de diferentes tipos de câncer (próstata, mama, colo de útero etc.).

Proteção contra doenças cardiovasculares

Altos níveis de vitamina D3 auxiliam no controle das funções cardíacas e da pressão arterial, por meio de bloqueio do crescimento de células musculares lisas (vasos sanguíneos) e regulação do grau de contratilidade do miocárdio (o músculo do coração).

Saúde da pele

O papel do calcitriol na pele está relacionado à inibição da proliferação celular e suas propriedades anti-inflamatória e regenerativa. Evita o aparecimento de acnes e melhora a cicatrização da pele.

Perda de peso

Segundo pesquisas, a presença de vitamina D3 nas células é um estimulante para queima mais rápida de gordura. Além disso, é bastante observado que indivíduos obesos ou com sobrepeso tem deficiência de vitamina D.

Onde encontrar vitamina D3?

A vitamina D3 pode ser obtida através da exposição solar, de suplementação e através dos hábitos alimentares.

Os alimentos fonte de vitamina D3 são os de origem animal, que passaram pelos mesmos processos de metabolização que o corpo humano. E alguns deles são:

  • Óleo de fígado de bacalhau -1.000 UI em 10g
  • Peixes gordos de água salgada (atum, sardinha e salmão, por exemplo) – variando de 150 a 350 UI em 100g
  • Ovo (principalmente a gema) – 140 UI por unidade
  • Bife de fígado – 40 UI em 100g
VEJA TAMBÉM:  15 Alimentos ricos em zinco, conheça seus benefícios

As recomendações para ingestão diária de vitamina D3 são:

  • Adultos – 200 UI
  • Crianças e lactentes (bebês em fase de amamentação) – 200 UI
  • Gestante e lactantes (mulheres que amamentam) – 200 UI

deficiência de vitamina D pode levar ao enfraquecimento dos ossos, má formação esquelética em crianças, diminuição do sistema imunológico, aumento da pressão arterial, cansaço, depressão, entre outros sintomas. Portanto, sempre consulte um profissional da saúde para fazer sua avaliação!

Referências:

  1. Peters, B. S. E., Martini, L. A. Funções plenamente reconhecidas de nutrientes – Vitamina D. International Life Sciences Institute do Brasil. 2014; v.2. Disponível em: http://ilsi.org/brasil/wp-content/uploads/sites/9/2016/05/artigo_vitamina_d.pdf
  2. São Paulo. A importância da vitamina D na saúde da mulher. Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO), 2017. Disponível em: https://www.febrasgo.org.br/media/k2/attachments/14-A_IMPORTAyNCIA_DA_VITAMINA_D.pdf
  3. Mahan, L. K., Escott-stump, S. Krause Alimentos, Nutrição e Dietoterapia. 13ᵃ ed. 2013.
PUBLICIDADE

Escrito por

Gabriela Spinelli

Nutricionista com CRN 17100371 formada em Nutrição pela UNIRIO

Atuação em nutrição escolar, apresentação de palestras da educação infantil ao ensino fundamental.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *