Como fazer cuscuz fácil e rápido

O cuscuz, hoje bastante consumido no Brasil, não é de origem brasileira, você sabia?

Percorrendo diversos outros países e, consequentemente, outras culturas, o cuscuz chegou aqui no Brasil e a população rapidamente o acrescentou em nossa culinária, modificando um pouco do preparo e adaptando de acordo com as regiões e a oferta de alimentos.

Você gostaria de saber um pouquinho mais sobre a história do cuscuz e aprender uma receita rápida e fácil? Confira então o nosso conteúdo de hoje!

Receita de como fazer cuscuz fácil e rápido

Cuscuz de Frango

Tempo estimado: 30 minutos de preparo mais 30 de descanso.

Ingredientes:

  • Óleo vegetal para refogar e untar
  • 1 cebola picada
  • 1 lata de milho ou duas espigas cozidas
  • 1/2 lata de ervilha
  • 1/2 xícara de chá de azeitona verde picada
  • 1 tomate picado
  • 1 xícara de chá de caldo de legumes caseiro
  • 3 xícaras de peito de frango cozido e desfiado
  • 1 xícara de chá de palmito picado
  • 1/2 xícara de chá de molho de tomate
  • 1 1/2 xícara de chá de água morna
  • 3 xícaras de chá de farinha de milho
  • Sal, pimenta do reino e cheiro verde à gosto
  • Para decorar: 1 tomate cortado em rodelas, 2 ovos cozidos cortados ao meio e ervilhas

Modo de preparo:

  • Aqueça a panela com óleo em fogo médio, e refogue a cebola até murchar. Adicione o milho, a ervilha, azeitona, o tomate picado e o caldo de legumes e refogue por 3 minutos. Acrescente o frango e o palmito e refogue por mais 2 minutos. Junte o molho de tomate e a água e refogue por mais 2 minutos. Adicione a farinha de milho, tempere com sal, pimenta e cheiro verde e deixar cozinhar até engrossar.
  • Unte uma forma de buraco no meio e decore com tomate, ovo cozido fatiado e ervilha. Espelhe o cuscuz, apertando com a mão, cubra e deixe descansar por aproximadamente 30 minutos.
  • Desenforme depois de frio e sirva.

Cuscuz paulista

É um tipo muito consumido na região sudeste do Brasil e sua base é composta por farinha de milho ou mandioca. Seus demais ingredientes variam bastante, ou seja, pode-se encontrar camarão, sardinha, frango, atum acompanhados de tomate, azeitona, palmito, molho de tomate, ovos cozidos, pimentões, ervilha e milho. É cozido em banho-maria no forno.

Em 100 gramas de Cuscuz Paulista, encontra-se:

  • Calorias: 142 kcal
  • Proteínas: 2,6g
  • Carboidratos: 22,5g
  • Lipídios: 4,6g
  • Fibras: 2,4g
  • Sódio: 236mg

Cuscuz de tapioca

Este cuscuz foi adaptado na Bahia e leva como ingredientes a tapioca granulada, leite de coco, açúcar, leite e coco ralado. Algumas receitas acrescentam leite condensado. O diferencial desse cuscuz é por ser servido como um prato doce, incrementando suas receitas de sobremesas. Uma boa opção para os celíacos, pois a receita não contêm glúten!

Cuscuz Marroquino

O cuscuz ou couscous marroquino é considerado um prato nacional em Marrocos, bastante aromático e temperado, é feito a base de semolina, servido juntamente com outros elementos como legumes, frutas secas e carnes. Apresenta a sua versão doce oferecida como sobremesas ou lanches intermediários, com açúcar e canela servido com leite ou iogurte.

Cuscuz Nordestino

A famosa versão do cuscuz nordestino é composta por massa de fubá temperada com sal e açúcar, cozido a vapor na cuscuzeira e umedecido com leite de coco. Quando entra o verão pode-se encontrar apenas a milharina e sal para a sua base. É muito consumido no café da manhã com um pouco de manteiga.

Um pouco mais sobre o Cuscuz

Originário do norte da África, em Maghreb, o cuscuz é um prato que pode ser incrementado com diversos ingredientes e possui várias técnicas de preparo.

Seus tipos clássicos são compostos por:

Na culinária libanesa, o cuscuz, conhecido como “couscous”, é composto por uma base de flocos de milho pré cozido em água quente e, antes de adicionar os demais ingredientes, é mantido 5 minutos fora do fogo. Após esse tempo, é acrescentado os condimentos, as nozes, amêndoas e a carne.

No Brasil, o cuscuz foi trazido pelos portugueses no início da colonização e desde então passou a ser consumido frequentemente pelos brasileiros.

Tanto na África quando no Brasil, a versão de cuscuz mais encontrada é a base de milho.

Dica de receita de cuscuz tradicional nordestino

Ingredientes:

  • 1/2 pacote de milharina
  • 1 xícara de chá de água
  • 1 pitada de sal

Modo de preparo:

  • Em um recipiente, colocar a milharina e o sal e vá acrescentando água aos poucos. Com as mãos, amasse o cuscuz até da um ponto de “farofa”. Coloquei na cuscuzeira já preparada com água e deixe descansar por 20 minutos. Após este processo, leve ao fogo médio por 15 minutos, apague o fogo e deixe tampado por mais 5 minutos.
  • Acompanha manteiga ou margarina!

Em 100 gramas de Cuscuz de milho cozido e sal encontra-se:

  • Calorias: 133kcal
  • Proteínas: 2,2g
  • Carboidratos: 25,3g
  • Lipídios: 0,7g
  • Fibras: 2,1g
  • Sódio: 218mg

Referências:

  1. Farias P. O. L, Shinohara N. K. S, Padilha M. R. F, Oliveira K. K. G. Matsumoto M. O cuscuz na alimentação brasileira. Revista contextos da alimentação, v.3, Dezembro, 2014. Disponível em: http://www3.sp.senac.br/hotsites/blogs/revistacontextos/wp-content/uploads/2014/12/29_Revista-Contextos_ed-vol-3-n-1.pdf
  2. Senac. Cuscuz de milho, 2015. Disponível em: https://www.ba.senac.br/Servicos/coluna_raul_lody/8282?title=cuscuz-de-milho&title=cuscuz-de-milho
  3. Tabela Brasileira de Composição de Alimentos – TACO. Campinas – São Paulo, 2011. Disponível em: http://www.cfn.org.br/wp-content/uploads/2017/03/taco_4_edicao_ampliada_e_revisada.pdf

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *