Conheça todos os benefícios do vinho para a sua sáude

Conheça todos os benefícios do vinho para a sua sáude

Nas últimas décadas muito tem se falado sobre os benefícios do vinho à saúde. De fato, estudos científicos demonstram propriedades funcionais da bebida, mas ainda há divergência de opinião entre os pesquisadores do tema. Descubra mais sobre esta bebida milenar, seus possíveis benefícios e pontos de atenção para o consumo.

Uma das primeiras bebidas da humanidade

As bebidas fermentadas (vinho e cerveja), antes de se tornarem um hábito, foram primeiramente consumidas em festas e rituais. Achados arqueológicos já identificaram resíduos de vinhos em um jarro datado de 7400 a 7000 a.C. O homem daquela época deve ter provado e gostado da bebida, tanto pelo sabor, quanto pelo efeito “relaxante”, talvez por isso deve ter começado e produzi-la e a consome até hoje.

As substâncias benéficas presentes no vinho – Polifenóis

Os polifenóis são uma classe de compostos bioativos (substâncias capazes de produzir efeito benéfico em células vivas), presentes em grande variedade de frutas e hortaliças, assim como nas uvas. Nos vinhos são encontradas grande variedade de compostos fenólicos, como antocianinas, catequinas, ácido gálico, ácido clorogênico, o resveratrol, entre outros. Os possíveis benefícios do consumo moderado de vinho estão diretamente relacionados às propriedades dessas substâncias e estão listados à seguir. 

Proteção cardiovascular

O efeito protetor para o coração está relacionado ao aumento do colesterol bom, inibição da formação de placas de gordura e auxílio no controle da pressão arterial, aumentando a capacidade dos vasos sanguíneos de se dilatarem.

Ação anti-inflamatória

Processos inflamatórios ocorrem com frequência no corpo e agentes com potencial para combater as inflamações são importantes aliados na prevenção de uma série de doenças crônicas.

Atividade antioxidante

Os compostos bioativos presentes no vinho apresentam ação antioxidantes, isso significa que são capazes de proteger todas as células do organismo contra os danos causados por radicais livres, prevenindo um série e doenças e evitando o envelhecimento precoce.

Saúde óssea

Estudos demonstram um consumo leve a moderado de vinho pode trazer efeitos benéfico ao sistema esquelético, incluindo redução do risco de perda de massa óssea e fraturas. Além disso, há alguns achados relacionando as substâncias presentes no vinho com a proteção das cartilagens.

Tinto ou branco?

Grande parte dos benefícios do consumo do vinho, como já citado, está relacionado ao conteúdo de polifenóis, substâncias bastante presentes na casca e nas sementes das uvas. Portanto, o vinho tinto, que é fermentado na presença dessas partes, tende a ter concentrações mais altas de polifenóis quando comparado ao vinho branco.

É bom e faz bem?

Que uma boa refeição acompanhada por vinho, principalmente em companhia, faz bem para a alma, é verdade, e muitos benefícios ao corpo também vem sendo estudados e parecem estar presentes, apesar de ainda haver controversas.

Possivelmente, o vinho passou a ser estudo com mais intensidade devido ao fato da bebida fazer parte da dieta Mediterrânea, padrão alimentar “protetor” da saúde. Neste tipo de dieta,  o vinho é consumido com moderação, acompanhado de muitos outros alimentos saudáveis como frutas, vegetais, peixes, castanhas e azeite. A combinação de todos esses elementos é o que resulta em maior longevidade e saúde e não somente um componente isolado.

O tema dos benefícios do vinho ainda é polêmico! Enquanto alguns pesquisadores defendem que o consumo moderado da bebida pode trazer ganhos à saúde, alguns outros rebatem questionando as concentrações de substâncias benéficas no vinho, além da presença prejudicial do álcool.

Outro ponto a se pensar é a grande complexidade da composição dos vinhos, a variedade das uvas, diversidades de teor alcoólico, modos de produção e processamento, por isso é difícil fazer uma afirmação de forma genérica.

Além disso, alguns estudos apontam efeitos diferentes dos vinhos na presença ou ausência de alimentos; aparentemente, é mais benéfico consumir o vinho combinado com alimentos.

Qual é a dose?

A dose estudada pela maioria dos artigos científicos varia entre 100 a 200 ml. A dose máxima indicada por guias alimentares em alguns países é de 1-2 doses diárias; uma dose de vinho equivale à aproximadamente 150 ml.

Considerando esses aspectos uma dose moderado poderia ser considerada, em média, 200 ml/dia, o equivalente a 1 taça. 

Mais estudos são necessários

Sem dúvida ainda há muito a ser estudado sobre o vinho, a interação de seus componente, impactos do processamento e benefícios à saúde humana. Mas, como quase todas as coisas, o consumo moderado parece ter impacto positivo na saúde.

Concluindo, tomar um vinho de forma controlada, acompanhado de uma deliciosa refeição, em conjunto a um estilo de vida saudável tem grande potencial de atuação positiva à saúde.

Referências:

  1. Fernandes I, Pérez-Gregorio R, Soares S, Mateus N, de Freitas V. Wine Flavonoids in Health and Disease Prevention. Molecules. 2017 Feb 14;22(2). pii: E292. doi: 10.3390/molecules22020292. Review. PubMed PMID: 28216567. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/28216567
  2. Haseeb S, Alexander B, Baranchuk A. Wine and Cardiovascular Health: AComprehensive Review. Circulation. 2017 Oct 10;136(15):1434-1448. doi:10.1161/CIRCULATIONAHA.117.030387. Review. PubMed PMID: 28993373. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/28993373
  3. Artero A, Artero A, Tarín JJ, Cano A. The impact of moderate wine consumption on health. Maturitas. 2015 Jan;80(1):3-13. doi: 10.1016/j.maturitas.2014.09.007. Epub 2014 Oct 2. Review. PubMed PMID: 25449821. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25449821 
  4. Boban M, Stockley C, Teissedre PL, Restani P, Fradera U, Stein-Hammer C, Ruf JC. Drinking pattern of wine and effects on human health: why should we drink moderately and with meals? Food Funct. 2016 Jul 13;7(7):2937-42. doi:10.1039/c6fo00218h. Review. PubMed PMID: 27359203. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27359203
  5. Kutleša Z, Budimir Mršić D. Wine and bone health: a review. J Bone Miner Metab. 2016 Jan;34(1):11-22. doi: 10.1007/s00774-015-0660-8. Epub 2015 Apr 2. Review. PubMed PMID: 25832032. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25832032

Escrito por

Barbara Gerbasi Ortolani

Nutricionista com CRN 34419 formada em Nutrição pela Universidade de São Paulo (USP)

Gastronomia na Universidade Anhembi Morumbi Especializada em Técnicas Culinárias pelo Basque Culinary Center (San Sebastian – Espanha). Atualmente na área de educação infantil e fundamental com temas relacionados a Nutrição e Gastronomia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *