Pimentão e seus 7 benefícios para a nossa saúde

Tem quem torça o nariz para os pimentões, mas incluí-los na alimentação pode trazer muitos benefícios à saúde. Aprenda mais sobre este vegetal e suas qualidades.

Origem e outras características

O pimentão é um fruto originário do sul do México e América Central, pertencente à família das Solanáceas como a batata, o tomate, o jiló, a berinjela e as pimentas.

No Brasil, o pimentão é cultivado de Norte a Sul, com destaque para os estados de São Paulo e Minas Gerais em volume de produção.

Verde, vermelho ou amarelo?

Existem diversos grupos de pimentão com diferentes formatos (cônico, retangular, quadrado), tamanhos e muitas cores.

Os pimentões mais comumente encontrados no mercado são os verdes, os vermelhos ou os amarelos, mas há outras cores de pimentão, como o creme e o roxo, por exemplo.

Os diferentes tipo de cultivares que determinam a cor do pimentão depois de maduro (amarelo, roxo, laranja, vermelho), mas o que muita gente não sabe é que a maior parte dos pimentões verdes são frutos imaturos dessas mesmas plantas. Curioso, não?

Quanto aos aspectos nutricionais, diferentes cores apresentam algumas variações na composição nutricional. O pimentão vermelho, por exemplo, é o que apresenta maior teor de vitamina A, enquanto o pimentão amarelo tem as maiores quantidades de vitamina C

Apesar das diferenças todos os pimentões apresentam benefícios a saúde, confira!

1. Ação antioxidante

Todos os pimentões apresentam altíssimo teor de vitamina C, além de destaque para a vitamina A, sobretudo na variedade vermelha e, ainda apresentam em sua composição substâncias bioativas, com destaque à família dos polifenóis. Cada um dos componentes citados apresentem potente ação antioxidante, ou seja, são capazes de neutralizar os radicais livres presentes no organismo e, assim, proteger cada célula do corpo de danos.

A ação antioxidante tem implicação na prevenção de inúmeras doenças e na proteção de todos os sistemas.

2.Reforço imunológico

O sistema imunológico, sistema de proteção do corpo, pode ser altamente favorecido e reforçado com o consumo dos diferentes tipos de pimentão, devido à presença da vitamina C.

O que poucas pessoas sabem é que esse vegetal apresenta quantidades mais elevadas de vitamina C do que as encontradas em frutas como a laranja e o maracujá, conhecidas pelos altos níveis dessa vitamina.

Compare as quantidades de vitamina C por 100% dos pimentões:

  • 100g de pimentão verde apresenta 100mg de vitamina C (mais de 2 vezes a quantidade recomendada para 1 dia)
  • 100g de pimentão vermelho tem 158mg de vitamina C (mais de 3 vezes a quantidade recomendada para 1 dia)
  • 100g de pimentão amarelo contém 201mg de vitamina C (mais de 4 vezes a quantidade recomendada para 1 dia)

3. Saúde da visão

A vitamina A e os carotenoides (compostos bioativos), presentes em maior quantidade no pimentão vermelho, têm atuação fundamental na manutenção dos processos visuais, na prevenção de desordens relacionadas aos olhos e na proteção das estruturas oculares.

4. Pele saudável

A ação antioxidante das substâncias já citadas promove a prevenção do envelhecimento precoce também da pele. Além disso, a vitamina C participa do processo de formação do colágeno, proteína fundamental para a firmeza e elasticidade de pele.

5. Protege o coração

Os compostos fenólicos presentes no pimentão apresentam ação na prevenção de doenças crônicas, com destaque à proteção cardiovascular, através do aumento do colesterol bom, da inibição da formação de placas de gordura e auxílio no controle da pressão arterial.

6. Peso saudável

Devido à presença de fibras alimentares, os pimentões podem auxiliar na saciedade e também tem baixas calorias, por isso, podem estar presentes em dietas para manutenção ou perda de peso.

7. Ação anti-inflamatória

Os polifenóis presentes nos pimentões são capazes de auxilar na redução de inflamações que ocorrem da maneira fisiológica no organismo humano.

Depois de todos esses benefícios só resta incluir o pimentão e todas as suas cores na alimentação, sejam crus ou cozidos, os pimentões podem ser utilizados em diversos pratos como em saladas ou complementando receitas como moqueca ou caldeirada de peixe, e pode ser o prato principal, como no caso de pimentão recheado com arroz, carne ou frango.

Desfrute do sabor e qualidades nutricionais do pimentão!

Referências:

  1. Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Pimentão. Série agricultura familiar. Disponível em: http://uc.sebrae.com.br/files/institutional-publication/pdf/cartilha_pimentao_passo_a_passo.pdf
  2. Tabela brasileira de composição de alimentos / NEPA –UNICAMP.- 4. ed. rev. e ampl.. — Campinas: NEPA-
    UNICAMP, 2011.161 p. Disponível em: http://www.nepa.unicamp.br/taco/index.php
  3. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Hortaliça não é só salada. Disponível em: https://www.embrapa.br/hortalica-nao-e-so-salada/pimentao
  4. Baenas N, Belović M, Ilic N, Moreno DA, García-Viguera C. Industrial use of pepper (Capsicum annum L.) derived products: Technological benefits and biological advantages. Food Chem. 2019 Feb 15;274:872-885. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/30373022
  5. Loizzo MR, Pugliese A, Bonesi M, De Luca D, O’Brien N, Menichini F, Tundis R. Influence of drying and cooking process on the phytochemical content, antioxidantand hypoglycaemic properties of two bell Capsicum annum L. cultivars. Food ChemToxicol. 2013 Mar;53:392-401. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23266504
  6. Marín A, Ferreres F, Tomás-Barberán FA, Gil MI. Characterization andquantitation of antioxidant constituents of sweet pepper (Capsicum annuum L.). J Agric Food Chem. 2004 Jun 16;52(12):3861-9. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/15186108

Escrito por

Barbara Gerbasi Ortolani

Nutricionista com CRN 34419 formada em Nutrição pela Universidade de São Paulo (USP)

Gastronomia na Universidade Anhembi Morumbi Especializada em Técnicas Culinárias pelo Basque Culinary Center (San Sebastian – Espanha). Atualmente na área de educação infantil e fundamental com temas relacionados a Nutrição e Gastronomia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *