Proteína do leite (Whey) ou proteína da carne (Beef), qual a melhor proteína isolada?

Proteína do leite (Whey) ou proteína da carne (Beef), qual a melhor proteína isolada?

As proteínas têm um papel muito importante para os atletas e praticantes de atividade física, seja para a melhora do desempenho esportivo ou para o auxílio na adequação da composição corporal, bem como para otimização dos indicadores de saúde.

Atualmente, muitos indivíduos tem optado pelo consumo de suplementos proteicos a fim de complementar seu plano alimentar. Dentre esses suplementos, existem aqueles “concentrados”, “hidrolisados” e também os “isolados”, a fonte de proteína mais “pura” disponível! Mas afinal, qual é a melhor proteína isolada para estes objetivos?

Para responder essa questão, escolhemos duas opções de proteínas muito utilizadas: o famoso Whey Protein e o Beef Protein.

Qual a melhor proteína isolada?

Para ser considerado como um suplemento proteico, o mesmo deve conter, pelo menos, 10g de proteína e 50% do valor energético total deve vir das proteínas. Ainda, a composição proteica do produto deve ter um índice de aminoácidos corrigido de digestibilidade (PDCAAS) acima de 0,9, devendo a determinação desse escore ser realizada conforme a metodologia recomendada pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura/Organização Mundial de Saúde (FAO/OMS).

Whey Protein Isolado

  • Caracterizado pela proteína isolada e hidrolisada do soro do leite;
  • É uma proteína de alto valor biológico, ou seja, possui todos os aminoácidos essenciais que o corpo necessita para desenvolver suas atividades em quantidades adequadas e suficientes, como por exemplo a leucina, aminoácido que auxilia no estimulo do processo de recuperação do musculo pós-exercício, de força, de resistência, de síntese proteica e de inibição da sarcopenia (perda muscular, muito comum em indivíduos idosos);
  • Exerce controle da glicose sanguínea e da liberação de insulina após a refeição, portanto auxilia na preservação da massa magra e evita picos glicêmicos prejudiciais à saúde do corpo;
  • É fonte de triptofano, um aminoácido de cadeia ramificada, precursor da serotonina (neurotransmissor do sistema nervoso central atuante no sono, humor e apetite). O consumo de triptofano pode auxiliar na redução da percepção de esforço e fadiga, além de melhorar o desempenho cognitivo após o exercício físico;
  • Possui ação antimicrobiana e antioxidante, esta última inclusive imprescindível para quem pratica atividade física e consequentemente gera muitos radicais livres, compostos que podem prejudicar a saúde das células presentes no corpo humano.

Beef Protein Isolado

  • Caracterizado pela proteína isolada e hidrolisada da carne bovina;
  • Também é considerada uma proteína de alto valor biológico, possuindo todos os aminoácidos essenciais que o corpo necessita;
  • Por ser um produto proteico, também auxilia no controle da glicemia sanguínea e na sensação de saciedade;
  • Por não estar completamente elucidado o tipo de carne bovina presente na composição desse suplemento alimentar, não é possível verificar os tipos de aminoácidos presentes.

Visto as características do Whey Protein e do Beef Protein, é possível observar que possuem algumas funções semelhantes e outras peculiares às suas fontes, cabendo então analisar com cuidado para decidir se existe realmente a melhor proteína isolada ou àquela que pode atender melhor seu objetivo.

Quanto as necessidades de consumo, o ideal é buscar orientação profissional, mas de forma geral, pessoas que treinam exercícios de resistência e força vão precisar de uma quantidade de proteína que pode variar entre 1,2 a 1,7g de proteína por quilo de peso corporal ao dia, enquanto uma pessoa sedentária necessita de 0,8 a 1g de proteína por quilo de peso corporal ao dia.

Ressaltando que essas informações não substituem uma consulta presencial. Procure sempre um nutricionista antes de iniciar qualquer suplementação alimentar!

Referências:

  1. Jäger, R., et al. International Society of Sports Nutrition Position Stand: protein and exercise. 2017, 14:20.
  2. Naclerio, F. et al. Effects of Supplementation with Beef  or Whey Protein Versus Carbohydrate in Master Triathletes. Journal of the American College of Nutrition. 2017, 12:48.
  3. Hraguchi, FK; Abreu WC; Paula, H. Proteínas do soro do leite: composição, propriedades nutricionais, aplicações no esporte e benefícios para a saúde humana. Rev. Nutr. 2006, 19 (4): 479-488.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *