Proteína concentrada, isolada ou hidrolisada. Qual é a melhor?

Whey Protein: concentrado, isolado ou hidrolisado. Qual é o melhor?

Um dos principais suplementos proteicos é o whey protein (whey = soro, protein =proteína). Está entre os suplementos mais bem estudados do mundo e por boas razões. Ele é extraído do soro do leite de vaca, rico em proteínas de alto valor biológico e acrescido de vitaminas e minerais. Tem um valor nutricional muito alto e estudos científicos revelaram inúmeros benefícios para a saúde.

O Whey Protein é um suplemento de proteína e, portanto, sua preparação deve seguir uma legislação específica. Os parâmetros de sua composição devem ser definidos.

Para ser considerado como um suplemento de proteína deve conter, pelo menos, 10g de proteína e 50% do valor energético total deve vir das proteínas, além do que a composição proteica do produto deve ter um índice de aminoácidos corrigido de digestibilidade (PDCAAS) acima de 0,9, devendo a determinação desse escore ser realizada conforme a metodologia recomendada pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura/Organização Mundial de Saúde (FAO/OMS).

Nem todas as proteínas são criadas iguais, algumas formas de whey protein são melhores que outras.

Com as novas tecnologias de processamento, surgiram diferentes frações de WP relacionados ao seu conteúdo proteico, sendo elas com a obtenção de um concentrado, Whey Protein Concentrado (WPC), um isolado, Whey Protein Isolado (WPI), ou ainda um hidrolisado, Whey Protein Hidrolizado (WPH).

Essas proteínas caracterizam-se por possuírem alto teor de aminoácidos essenciais que são absorvidos rapidamente, especialmente os de cadeia ramificada, e pela presença de sequências de peptídeos bioativos, que apresentam diferentes propriedades fisiológicas e funcionais.

No entanto, o soro é mais do que apenas proteína. Ele contém muitos outros nutrientes, alguns com efeitos biológicos potentes.

O que é proteína de soro?

Whey protein é uma mistura de proteínas isoladas do soro, que é a parte líquida do leite que se separa durante a produção de queijo.

Depois de ser separado durante a produção de queijo, o soro passa por várias etapas de processamento para se tornar o que as pessoas geralmente reconhecem como whey protein – um pó que é adicionado a shakes, receitas, barras de proteína, etc.

A proteína do soro não tem um sabor muito bom por si só, e é por isso que geralmente é encontramos as acrescidas de sabor. Pó de chocolate, baunilha e morango são as mais populares.

É importante ler a lista de ingredientes, pois alguns produtos podem conter aditivos não saudáveis, como o açúcar refinado.

Whey Protein pode ajudar a aumentar a ingestão de proteína e BCAA.

As proteínas são os principais blocos de construção do corpo humano. Eles são usados ​​para fazer várias coisas importantes, incluindo tendões, órgãos e pele, bem como hormônios, enzimas, neurotransmissores e várias moléculas.

As proteínas também são os blocos de construção dos elementos contráteis em seus músculos. Eles são montados a partir de aminoácidos, moléculas menores que estão ligadas como grânulos em uma corda.

Alguns aminoácidos são produzidos pelas células do seu corpo, enquanto outros são fornecidos pela comida que você come. Os que você deve obter dos alimentos são chamados de aminoácidos essenciais.

As proteínas que fornecem todos os nove aminoácidos essenciais são as melhores e a proteína do soro de leite é carregada com elas. É particularmente rica em importantes aminoácidos de cadeia ramificada (BCAAs), como a leucina, e também contém uma alta quantidade de cisteína.

Estudos mostram que a leucina é o aminoácido mais anabólico (promotor de crescimento), e a cisteína pode ajudar a aumentar os níveis de glutationa antioxidante celular.

Efeitos da Suplementação de Whey na Massa Muscular e Força.

O uso mais conhecido de suplementos de proteína de soro de leite é com o propósito de aumentar a massa muscular e força.

Whey protein é popular entre os atletas, fisiculturistas, modelos de fitness, bem como pessoas que procuram melhorar seu desempenho na academia.

As maneiras pelas quais a proteína do soro promove ganho de força muscular incluem:

  1. Blocos de construção: Fornece proteínas e aminoácidos, que servem como blocos de construção para o aumento do crescimento muscular.
  2. Hormônios: Aumenta a liberação de hormônios anabólicos que podem estimular o crescimento muscular, como a insulina.
  3. Leucina: É alta no aminoácido leucina, que é conhecida por estimular a síntese de proteína muscular no nível molecular e genético.
  4. Rápida absorção: A proteína do soro é absorvida e utilizada muito rapidamente em comparação com outros tipos de proteína.

A proteína do soro de leite tem demonstrado ser particularmente eficaz no aumento do crescimento muscular quando consumida imediatamente antes, após ou durante o treino. A síntese de proteína muscular é geralmente maximizada no período de tempo após o treinamento.

Whey Protein melhora a saciedade e pode promover a perda de peso.

É sabido que a proteína pode ajudar na perda de peso, pois é um macronutriente saciante.

A proteína pode aumentar o gasto energético em 80-100 calorias por dia e fazer com que as pessoas comam automaticamente até 441 menos calorias por dia.

Tomar whey protein é uma ótima maneira de aumentar a ingestão de proteína, que deve ter grandes benefícios para a perda de peso.

Se você está tentando perder peso, um suplemento de whey protein pode ajudar você a perder peso e a se agarrar ao músculo.

Outros benefícios do Whey Protein para a saúde.

Whey é mais do que apenas uma fonte de proteína de alta qualidade, também contém outros nutrientes benéficos.

Isso inclui lactoferrina, beta-lactoglobulina, alfa-lactalbumina e imunoglobulinas.

Além de apenas músculo, força e emagrecimento, o whey pode fornecer inúmeros outros benefícios para a saúde.

Isso inclui redução da pressão arterial, açúcar no sangue e redução dos sintomas de estresse e depressão.

Também protege contra o câncer, reduz os sintomas de hepatite, aumenta a densidade mineral óssea, melhora a função imunológica em pacientes com HIV, ajuda a reduzir a inflamação, melhora a doença intestinal inflamatória,  melhora as defesas antioxidantes do corpo,

O fato de que a proteína whey é muito alta no aminoácido cisteína parece mediar muitos desses benefícios para a saúde. A cisteína faz isso aumentando os níveis de glutationa, a principal substância antioxidante nas células do seu corpo.

Dosagem e efeitos colaterais.

Uma dose comumente recomendada é de 1 a 2 colheres (cerca de 25 a 50 gramas) por dia, geralmente após os treinos. Ssiga as instruções de exibição na embalagem.

Tenha em mente que, se a sua ingestão de proteína já é alta, a adição de whey protein à sua ingestão atual pode ser completamente desnecessária.

É recomendado procurar um nutricionista ou médico para recomendações individuais.

Preocupações sobre a proteína causando danos nos rins e contribuindo para a osteoporose são injustificadas. De fato, a proteína tem mostrado proteger contra a osteoporose, enquanto não tem impacto sobre os rins saudáveis.

No entanto, pessoas com problemas renais ou hepáticos devem evitar a proteína do soro ou, pelo menos, consultar um médico antes de tomá-lo.

Mas, de um modo geral, a proteína do soro do leite tem um excelente perfil de segurança e a maioria das pessoas pode consumi-la sem problemas.

RESUMO: Whey Protein Concentrado, Isolado e Hidrolizado. Qual é o melhor?

Whey protein é uma maneira excepcionalmente saudável de adicionar mais proteína à sua dieta. É uma fonte de proteína de qualidade que é absorvida e utilizada eficientemente pelo corpo humano.

Comer mais proteína torna muito mais fácil aderir a qualquer dieta de perda de peso – seja alta em carboidratos, low-carb ou algo entre os dois, devido a sua capacidade de saciedade.

Existem vários tipos populares de proteína de soro de leite. Sua principal diferença está na maneira como eles foram processados.

Concentrado:

Cerca de 70 a 80% de proteína. Contém alguma lactose (açúcar do leite) e gordura e tem o melhor sabor.

Isolado:

Os isolados são a fonte de proteína mais pura disponível. Contêm concentrações de proteína de 90% ou superior. Durante o processamento há uma remoção significativa de gordura e lactose. Como resultado, indivíduos que são intolerantes à lactose muitas vezes podem usar com segurança esses produtos.
Embora a concentração de proteína nesta forma de proteína whey é a mais alta, muitas vezes contêm proteínas que se tornaram desnaturadas devido ao processo de fabricação. A desnaturação de proteínas envolve quebra da sua estrutura, perdendo ligações peptídicas e reduzindo a eficácia da proteína.

Hidrolisado:

Também conhecido como soro hidrolisado, este tipo foi pré-digerido para ser absorvido mais rapidamente. Causa um aumento de 28% a 43% nos níveis de insulina do que o isolado.

Concentrado de proteína de soro de leite parece ser a melhor opção global

É o mais barato e retém a maioria dos nutrientes benéficos encontrados naturalmente no soro. Muitas pessoas também preferem o sabor, que é provavelmente devido à lactose e gordura.

Se você tiver problemas para tolerar o concentrado, ou se estiver tentando enfatizar a proteína enquanto mantém carboidratos e gorduras reduzidos, a proteína do soro isolado – ou mesmo o hidrolisado – pode ser uma opção melhor.

REFERÊNCIAS:

  1. BLOMSTRAND, E., ELIASSON, J., KARLSSON, H.K., KÖHNKE, R. Branched-chain amino acids activate key enzymes in protein synthesis after physical exercise. J Nutr. 2006 Jan;136(1 Suppl):269S-73S. doi: 10.1093/jn/136.1.269S.
  2. BONJOUR, J.P. Dietary protein: an essential nutrient for bone health. J Am Coll Nutr. 2005 Dec;24(6 Suppl):526S-36S.
  3. CRIBB, P.J., WILLIAMS, A.D., CAREY, M.F., HAYES, A. The effect of whey isolate and resistance training on strength, body composition, and plasma glutamine. Int J Sport Nutr Exerc Metab. 2006 Oct;16(5):494-509.
  4. EWANHAAMICHAEL B.ZEMELB. Functional properties of whey, whey components, and essential amino acids: mechanisms underlying health benefits for active people (review). The Journal of Nutritional Biochemistry Volume 14, Issue 5, May 2003, Pages 251-258.
  5. FRESTEDT, J. L., ZENK, J. L., KUSKOWSKI, M. A., et al. A whey-protein supplement increases fat loss and spares lean muscle in obese subjects: a randomized human clinical study. Nutr Metab (Lond). 2008; 5: 8. Published online 2008 Mar 27.
  6. HALTON, T.L., HU, F.B. The effects of high protein diets on thermogenesis, satiety and weight loss: a critical review. J Am Coll Nutr. 2004 Oct;23(5):373-85.
  7. HOFFMAN, J.R., FALVO, M. J. Protein – Which Is Best? – Journal of Sports Science and Medicine, 2004.
  8. JAKUBOWICZ, D., FROY, O. Biochemical and metabolic mechanisms by which dietary whey protein may combat obesity and Type 2 diabetes. J Nutr Biochem. 2013 Jan;24(1):1-5. doi: 10.1016/j.jnutbio.2012.07.008. Epub 2012 Sep 17.
  9. KERSTETTER, J.E., KENNY, A.M., INSOGNA, K.L. Dietary protein and skeletal health: a review of recent human research. Curr Opin Lipidol. 2011 Feb;22(1):16-20. doi: 10.1097/MOL.0b013e3283419441.
  10. KIMBALL, S.R., JEFFERSON, L.S. Signaling pathways and molecular mechanisms through which branched-chain amino acids mediate translational control of protein synthesis. J Nutr. 2006 Jan;136(1 Suppl):227S-31S. doi: 10.1093/jn/136.1.227S.
  11. KIMBALL, S.R., JEFFERSON, L.S. Signaling pathways and molecular mechanisms through which branched-chain amino acids mediate translational control of protein synthesis. J Nutr. 2006 Jan;136(1 Suppl):227S-31S. doi: 10.1093/jn/136.1.227S.
  12. KRISSANSEN, G.W. Emerging health properties of whey proteins and their clinical implications. J Am Coll Nutr. 2007 Dec;26(6):713S-23S.
  13. MOJTAHEDI, M.C., THORPE, M.P., KARAMPINOS, D.C., et al. The effects of a higher protein intake during energy restriction on changes in body composition and physical function in older women. J Gerontol A Biol Sci Med Sci. 2011 Nov;66(11):1218-25. doi:10.1093/gerona/glr120. Epub 2011 Jul 27.
  14. PADDON-JONES, D., WESTMAN, E., MATTES, R.D., et al. Protein, weight management, and satiety. Am J Clin Nutr. 2008 May;87(5):1558S-1561S.
  15. PAL, S., ELLIS, V. The chronic effects of whey proteins on blood pressure, vascular function, and inflammatory markers in overweight individuals. Obesity (Silver Spring). 2010 Jul;18(7):1354-9. doi: 10.1038/oby.2009.397. Epub 2009 Nov 5.
  16. POWER, O., HALLIHAN, A., JAKEMAN, P. Human insulinotropic response to oral ingestion of native and hydrolysed whey protein. Amino Acids. 2009 Jul;37(2):333-9. doi: 10.1007/s00726-008-0156-0. Epub 2008 Aug 5.
  17. SALEHI, A., GUNNERUD, U., MUHAMMED, S.J., et al. The insulinogenic effect of whey protein is partially mediated by a direct effect of amino acids and GIP on β-cells. Nutr Metab (Lond). 2012 May 30;9(1):48. doi: 10.1186/1743-7075-9-48.
  18. VASCONCELOS, Q.D.J.S., BACHUR, T. P. R., ARAGÃO, G. F. Whey protein: composição, usos e benefícios – uma revisão narrativa. European Journal of Physical Education and Sport Science – Volume 4, Issue 1, 2018.
  19. WILLIAM, F., MARTIN, LAWRENCE, et al. Dietary protein intake and renal function. Nutr Metab (Lond). 2005; 2: 25. Published online 2005 Sep 20.

Escrito por

Daniele Golanda

Nutricionista com CRN 35791 formada em Nutrição pela Universidade Presbiteriana Mackenzie

Especialista em Bioquímica, Fisiologia, Treinamento e Nutrição Esportiva - UNICAMP Especialista em Fitoterapia Clínica - iPGS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *