Como fazer a dieta branda e quais suas vantagens

Como fazer a dieta branda e quais suas vantagens

O que é uma Dieta Branda?

É uma dieta recomendada por médicos e nutricionista após certos procedimentos médicos e aconselhada quando o paciente tem algum problema que afeta o trato digestivo.

Uma dieta branda contém alimentos que sejam macios, pobre em fibras, fáceis de mastigar e suaves para o estômago.

Este tipo de dieta visa facilitar o processo digestivo em seu corpo.

Ela não fornece todo aporte nutricional que seu corpo precisa, portanto não é indicado fazê-la a longo prazo.

É uma solução temporária para quando seu corpo precisa se curar.

Resumo:

Dieta branda é uma estratégia alimentar à curto prazo, para certos tipos de procedimentos médicos que afeta o trato digestivo, portanto ela facilita o processo digestivo em seu corpo.

Quem pode fazer a Dieta Branda?

Ela é caracterizada como uma dieta de transição da dieta pastosa para a dieta de consistência normal.

É muito utilizada em hospitais, ou no caso de pessoas que apresentem alguma alteração gástrica ou intestinal.

No geral, a dieta branda é indicada para situações em que se necessite de uma digestão facilitada.

Veja alguns exemplos em que a dieta branda é recomendada:

  • Problemas com a mastigação;
  • Problemas para engolir;
  • Gastrite;
  • Úlcera gástrica ou duodenal;
  • Hérnia de Hiato;
  • Distúrbios biliares ou pancreáticos;
  • Após cirurgias do trato gastrointestinal;
  • Gastroenterite;
  • Diverticulite;
  • Doença inflamatória do intestino.

Também é útil após cirurgia oral, reconstrução dentária e cirurgia da garganta.

Resumo:

A dieta branda é indicada para situações em que se necessite de uma digestão e ou deglutição facilitada.

Como funciona a Dieta Branda?

Visando transformar a dieta para que ela seja mais amena que a dieta normal, e consequentemente melhor aceita pelo organismo, alguns tipos de preparação e alguns alimentos não estão incluídos.

A seguir listamos os alimentos proibidos e quais devem ser consumidos!

Alimentos proibidos:

  • Frituras

Todas as preparações fritas não devem fazer parte da dieta branda, uma vez que são muito gordurosas.

  • Alimentos Gordurosos

Leite integral e semi desnatado e derivados gordurosos (manteiga, queijos amarelos, requeijão). Sorvetes. Embutidos (salsicha, linguiça, mortadela etc).

  • Alimentos Crus

Frutas in natura ou desidratadas. Legumes e verduras cruas. Temperos crus (alho, alho poró, salsinha, cebolinha, hortelã etc). Oleaginosas cruas (castanhas, nozes, avelãs, amêndoas).

  • Alimentos Fermentáveis

Leguminosas (feijão, lentilha, grão de bico, ervilha). Algumas hortaliças (Repolho, brócolis, couve flor, couve de Bruxelas etc). Adoçantes naturais (sorbitol, xilitol, manitol). Pães e massas integrais.

  • Alimentos Industrializados

Macarrão instantâneo, lasanhas prontas, nuggets, chocolates, refrigerantes, biscoito recheado etc.

  • Alimentos em Conserva

Pepino, Alho, ou qualquer outro alimento em conserva de salmoura.

  • Alimentos Condimentados

Molhos picantes. Pimentas. Alimentos apimentados no geral.

Alimentos liberados:

Consumir alimentos com baixo teor de fibras e carboidratos refinados processados.

Tentar obter proteínas de fontes mais suaves, como ovos e peixes ou carne e frango bem cozidos.

  • purê de fruta;
  • suco de frutas e suco de vegetais;
  • arroz branco;
  • macarrão de ovos;
  • pão branco;
  • purê de batata;
  • banana;
  • manga;
  • abacate;
  • queijo tipo cottage;
  • chá.

Também deve beber bastante água, isso evitará que fique desidratado.

Além disso, ajudará a manter sua digestão, mesmo que não esteja consumindo muita fibra.

Resumo:

Evitar alimentos com fibras como pães integrais e integrais, vegetais crus, castanhas, arroz integral, alimentos fermentáveis como o feijão, adoçante natural, pães e massa integrais. Dar preferência para macarrão e pão branco, suco de fruta ou vegetais, proteína bem cozida.

Preparações permitidas na Dieta Branda

Todas as preparações que não são fritas, e com pouca gordura, são permitidas na dieta branda.

Tais como: grelhados, cozidos, assados e ensopados.

Além disso, os alimentos devem estar subdivididos.

No caso das carnes, devem ser oferecidas em cubos ou iscas.

As frutas devem estar cozidas e macias.

Os sucos de fruta e hortaliças também podem ser consumidos.

Todos os legumes devem ser consumidos apenas bem cozidos.

Resumo:

Preparações com pouco gordura e mais suaves. Grelhados, cozidos, assados e ensopado. Consumir os alimentos mais molinhos e em pequenos pedaços. Além de sucos mais coados.

Receitas

Carne Picada ao Molho de Tomate

Ingredientes

  • 100 g de coxão mole;
  • 1 tomate sem pele e sem sementes;
  • 1 colher de sopa de cebola picada;
  • 1 pitada de sal;
  • Azeite de Oliva extra virgem.

Modo de Preparo

Limpe a carne e corte-a em cubos. Em seguida, tempere-a com sal.

Aqueça o azeite de oliva extra virgem, coloque a carne em cubos e deixe cozinhar.

Adicione água. Quando estiver bem macia, coloque a cebola e o tomate, deixando-os cozinhar junto com a carne.

Purê de Batata Doce e Batata Inglesa

Ingredientes

  • 1 Batata Doce;
  • ½ Batata Inglesa;
  • ¼ copo de leite desnatado;
  • 1 Pitada de Sal;
  • Azeite de Oliva extra virgem.

Modo de Preparo

Lave e descasque as batatas. Coloque-as em uma panela, com água previamente aquecida.

Quando as batatas estiverem bem macias, escorra a água e amasse-as com um espremedor enquanto ainda estão quentes.

Junte o leite e acrescente o sal. Leve ao fogo, mexendo até soltar do fundo da panela.

Ao final, adicione um fio de azeite de oliva extra virgem.

Dica: Você pode reutilizar a água do cozimento da batata, que estará rica em nutrientes, para cozinhar arroz, por exemplo.

Frango Ensopado Desfiado

Ingredientes

  • 150 g de Peito de frango com osso;
  • 1 dente de alho;
  • Suco de ½ limão;
  • 2 colheres de sopa de polpa de tomate;
  • 1 colher de sopa de cebola ralada;
  • 1 colher de sopa de cheiro verde;
  • Azeite de oliva extra virgem;
  • 1 pitada de sal.

Modo de Preparo

Lave o frango, esfregue com o suco do limão e corte pelas articulações.

Deixe o frango em tempero com alho e sal por aproximadamente 15 minutos.

Cozinhe o frango e acrescente a cebola. Depois, adicione o azeite.

Junte os demais ingredientes e adicione água fervente aos poucos, mantendo a panela tampada e deixando cozinhar em fogo brando até que o frango fique bem macio.

Referências:

  1. Boekel, S.; Posse, R. Manual de Fichas Técnicas de Preparações para Nutrição Clínica – Modificações de Consistência e Preparações Enterais Não Industrializadas.
  2. Pereira, A. et at. Linhas Orientadoras para a Construção de um Manual de Dietas. Associação Portuguesa dos Nutricionistas. 2017. Disponível em: http://www.apn.org.pt/documentos/manuais/Linhas_orientadoras_para_a_construcao_de_um_Manual_de_Dietas_APN2017.pdf

Escrito por

Renata Pereira

Nutricionista com CRN 16101015 formada em Nutrição pela Faculdade UNIRIO

Especialista em Nutrição Funcional - UFF Mestranda em Alimentos e Nanotecnologia - UFRJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *