Pistache: o que é, como consumir e seus beneficios

PUBLICIDADE

O pistache faz parte do grupo das oleaginosas, assim como as amêndoas, castanhas e nozes, e é uma ótima fonte de vitaminas e minerais, principalmente vitamina A, vitamina E, potássio e selênio, fato que o torna um dos alimentos com maior potencial antioxidante.

Além de ser muito saboroso, o pistache apresenta diversos benefícios para à saúde, os quais se destacam: melhora da imunidade, potencial anti-inflamatório e contribuição para a saúde da pele, dos olhos e do cérebro. Além de ajudar no controle da diabetes, da pressão arterial e dos níveis de colesterol do sangue, sendo um aliado da saúde do coração.

Essa oleaginosa pode ser adicionada tanto à preparações salgadas quanto doces, como: saladas, sopas, vitaminas, saladas de frutas, sobremesas ou também pode ser consumido sozinho.

O que é o pistache

O pistache, conhecido como Pistacia vera L., é um membro da planta da família Anacardiaceae e faz parte do grupo conhecido como “nozes verdadeiras” que são frutas secas ou oleaginosas. As mais conhecidas são: amêndoa, pecã, castanha-do-Pará, castanha-de-caju, pistache, avelã, macadâmia e noz.

O pistache é a amêndoa verde que fica protegida pela sua casca dura. O seu nome significa noz verdadeira ou pistache comestível, Pistacia vem do grego “pistake” e significa “noz” e vera vem do latim e significa “verdadeiro”.

O pistacheiro é uma árvore de pequeno porte que cresce em climas frios e quentes úmidos e é encontrado principalmente na costa oriental do Mediterrâneo, na Síria, no Irã e na Turquia. No Brasil, o pistache é importado, pois não há produção aqui.

O pistache é uma rica fonte de antioxidantes e foi recentemente classificado entre os 50 primeiros alimentos com maior potencial antioxidante.

Composição Nutricional

Sua composição nutricional é composta de muitas vitaminas e minerais como:

Além disso, o pistache também é rico em ácidos graxos essenciais, sobretudo os ácidos graxos ômega-3 e ômega 6. E devido à isso, o consumo de pistache está associado com a redução do risco de doenças cardiovasculares e de alguns tipos de câncer, como de próstata, esôfago, estômago, cólon e reto.

Destaca-se também o conteúdo de glutamina, um aminoácido condicionalmente essencial para a restauração da imunidade do nosso organismo. Além de ser essencial principalmente para as pessoas desnutridas, em pós-operatório, entre outros.

Vantagens e benefícios do pistache

O pistache entrega vários benefícios à saúde, pois apresenta grande potencial antioxidante, antimicrobiano e anti-inflamatório. Na medicina popular iraniana, o pistache é usado para o tratamento de eczema, infecção na garganta, “pedra” nos rins e asma.

1. Melhora a saúde da pele

O pistache é fonte de vitamina E, um potente antioxidante que ajuda na proteção da pele.

2. Melhora as funções do cérebro

O pistache também é fonte de vitamina B6, uma vitamina importante para o bom funcionamento do sistema nervoso, principalmente dos neurotransmissores.

3. Ajuda na saúde dos olhos

Por ser fonte de carotenoides, como a luteína e a zeaxantina, que possuem a função de proteger a visão e de prevenir a degeneração macular.

VEJA TAMBÉM:  Benefícios da Fruta Kino (Kiwano) para a sua saúde

4. Ação anti-inflamatória

O pistache é fonte de vitamina A e E, excelentes anti-inflamatórios naturais e, com isso, podem prevenir e reduzir os sintomas das inflamações.

5. Auxilia no controle da diabetes

Possui efeito de controle nos níveis de açúcar (glicose) no sangue, ou seja, auxilia no controle do diabetes.

6. Auxilia na prevenção do câncer

Por ser rico em antioxidantes, os quais protegem o organismo contra os radicais livres e, dessa forma, auxiliam na prevenção de alguns tipos de câncer.

7. Auxilia no controle do colesterol

Em um estudo com 16 voluntários que ingeriram uma dieta isenta de pistache e uma dieta contendo 42 e 84 g/dia de pistache, por três semanas cada, demonstrou que os dois grupos que consumiram pistache melhoraram os níveis de colesterol. Entretanto, apesar da redução do colesterol LDL (o famoso “colesterol ruim”), não houve alteração no colesterol total, HDL (colesterol “bom”) e triglicérides.

8. Ajuda na perda de peso

O pistache é rico em fibras que ajudam no aumento da sensação de saciedade, contribuindo para um menor consumo de alimentos no total do dia e ajudando no controle do peso saudável.

9. Ajuda no controle da pressão arterial

Por conter alto teor de potássio e reduzida concentração de sódio em sua composição (quando consumido sem a adição de sal, é claro!), o pistache pode favorecer o controle dos níveis de pressão arterial, principalmente em pessoas hipertensas.

10. Efeito afrodisíaco

O pistache têm a função de melhorar a circulação sanguínea e, por isso, melhora a disposição e o apetite sexual.

Como comer e utilizar o pistache de maneira saudável

O pistache pode ser adicionado às saladas, sopas, caldos, tortas, vitaminas, saladas de frutas, sobremesas e também pode ser consumido sozinho, como um snack saudável.

É importante sempre guarda-lo em local seco e fresco e, se quiser, até mesmo congelar para aumentar a sua validade.

A recomendação para o pistache é que seja consumido com moderação, pois assim como as outras oleaginosas, são fontes de gorduras e ricos em calorias, uma vez que em cada 100 gramas de pistache temos 571 Kcal.

Por isso, o ideal é consumir apenas 30 gramas por dia e, de preferência, junto com frutas, iogurtes, sucos, entre outros.

Que tal levar a porção correta de pistache para o escritório? É um ótimo lanche para o meio da tarde!

Confira outras dicas de como comer melhor no escritório aqui!

Receitas com pistache

1.Arroz com lentilha e pistache

Ingredientes

  • 100 gramas de arroz
  • 200 gramas de lentilha cozida
  • 1/3 xícara (chá) de pistache picado cru
  • 2 colheres (sopa) de manteiga
  • 1 cebola
  • Sal, pimenta-do-reino e cheiro verde à gosto

Modo de preparo

  • Em uma panela, refogar o pistache e a cebola até dourar, temperar com sal e pimenta-do-reino.
  • Refogar o arroz e acrescente água para cozinhar.
  • Antes do término do cozimento do arroz, acrescente as lentilhas já cozidas no preparo.
  • Finalizar o prato com o cheiro verde.
VEJA TAMBÉM:  Freekeh, o trigo verde: benefícios e como usar

2. Mousse de pistache

Ingredientes

  • 1/2 xícara (chá) de pistache sem casca e picado
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 lata de creme de leite
  • 3 claras de ovo
  • 1 colher (sopa) de manteiga

Modo de preparo

  • Cozinhar em uma panela o leite condensado, a manteiga e o pistache até chegar ao ponto de brigadeiro.
  • Bater as claras em neve.
  • Misturar o creme de leite sem o soro no brigadeiro.
  • Misturar as claras em neve com delicadeza e levar para gelar por no mínimo 2 horas.

3. Salada com manga e pistache

Ingredientes

  • 8 folhas de alface americana
  • 10 unidades de tomate cereja
  • 1/2 cenoura ralada
  • 1 manga cortada em cubos
  • 30 gramas de pistache sem casca e picado
  • Azeite de oliva extra-virgem à gosto
  • Sal, pimenta-do-reino, orégano e cheiro verde à gosto

Modo de preparo

  • Rasgar grosseiramente as folhas de alface.
  • Cortar os tomates ao meio.
  • Misturar todos os ingredientes em uma vasilha.
  • Temperar a salada.
  • Salpicar o pistache por cima.

4. Salada de grão-de-bico, nozes e pistache

Ingredientes

  • 2 xícaras (chá) de grão-de-bico cru
  • 1/2 xícara (chá) de pistache sem casca e picado
  • 1/2 xícara (chá) de nozes picadas
  • 1 cebola cortada em cubos
  • 1 folha de louro
  • Suco de 1 limão e as raspas da casca
  • Azeite de oliva extra-virgem à gosto
  • Sal, pimenta-do-reino e orégano à gosto

Modo de preparo

  • Deixar o grão-de-bico de molho na água por no mínimo 8 horas.
  • Descartar a água e cozinhar o grão-de-bico com outra água e a folha de louro.
  • Depois de cozido, escorrer a água e colocar em uma tigela.
  • Na frigideira, refogar o pistache e as nozes.
  • Misturar todos os ingredientes no grão-de-bico e se servir.

Onde encontrar pistache com bom preço para comprar

O pistache pode ser consumido com casca ou sem, porém é importante sempre se atentar a qualidade da casca para que não tenha rachados ou odor forte. E dessa forma, evitando o consumo de cascas contaminadas por fungos.

Outra forma de adquirir o pistache de forma segura é através do nosso site, onde é possível encontrar pistache com um bom preço e de boa qualidade, confira:

Referências:

  1. Hosseinzadeh, Hossein et al. “Antioxidant Activity of Pistacia vera Fruits, Leaves and Gum Extracts” Iranian journal of pharmaceutical research : IJPR, vol. 11,3 (2012): 879-87. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3813125/
  2. Mirian, M et al. “Cytotoxicity and antiangiogenic effects of Rhus coriaria, Pistacia vera and Pistacia khinjuk oleoresin methanol extracts” Research in pharmaceutical sciences vol. 10,3 (2015): 233-40. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4621630/.
  3. ALVES, R. D. M., et al. Ingestão de oleaginosas e saúde humana: uma abordagem científica. Revista Brasileira de Nutrição Funcional – ano 14, n. 57, 2014. Disponível em: https://www.vponline.com.br/portal/noticia/pdf/d0bb29a68cfb0b0daeebf933768989d5.pdf.
  4. FREITAS, Jullyana Borges; NAVES, Maria Margareth Veloso. Composição química de nozes e sementes comestíveis e sua relação com a nutrição e saúde. Rev. Nutr.,  Campinas ,  v. 23, n. 2, p. 269-279,  Apr.  2010. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-52732010000200010.
PUBLICIDADE

Escrito por

Carla Oyama

Nutricionista com CRN 31937 formada em Nutrição pela UNIFAL-MG

Pós graduação em Terapia Nutricional Clínico-hospitalar pela UNIRP-SP. Qualificada em Educação em Diabetes pela ADJ Diabetes Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *